Coimbra  19 de Maio de 2022 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra atribui 91 mil euros de apoios financeiros a cinco associações culturais

30 de Abril 2022 Jornal Campeão: Coimbra atribui 91 mil euros de apoios financeiros a cinco associações culturais

O Executivo da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) vai analisar e votar, na sua reunião de segunda-feira, cinco propostas de atribuição de apoios financeiros pontuais a associações culturais do concelho, no valor global de 91.500 euros.

Os apoios vão ser concedidos à Associação Cultural Quebra Costas, ao Clube Residencial Cidade Jardim, à Cultura e Risco Associação Cultural, à Associação dos Cafés com História e ao Grupo de Etnografia e Folclore da Academia de Coimbra (GEFAC). As candidaturas ao apoio financeiro municipal à actividade pontual para 2022 estão a decorrer desde Janeiro e terminam no próximo mês de Setembro.

As propostas preveem a atribuição de apoios financeiros pontuais às cinco colectividades no âmbito do novo Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo Cultural, que entrou em vigor em Dezembro de 2019 e define critérios de rigor, transparência e isenção para a atribuição de apoios aos agentes culturais do concelho, com o objectivo de reconhecer o trabalho produzido pelo tecido associativo do município no domínio da Cultura.

A Associação Cultural Quebra Costa foi uma das que apresentou candidatura para a realização do Festival das Artes QuebraJazz, que irá decorrer entre 16 de Julho e 27 de Agosto e terá como tema “Mitos”. Este é o único festival da região de Coimbra com o selo de excelência “Remarkable Arts Festival”, pela European Festivals Association – Europe for Festivals, Festivals for Europe (EFFE).

O festival vai decorrer em diversos espaços da cidade, desde a Colina de Camões na Quinta das Lágrimas, passando pelas escadas do Quebra Costas, oferecendo um programa diversificado e de alta qualidade na área do jazz. Um dos seus pontos altos será o concerto de gospel do Black Heritage Choir, num tributo a Aretha Franklin. A Associação Cultural Quebra Costa vai receber um apoio de 80.000 euros, mais isenção do pagamento de taxas e impostos municipais, para a organização do Festival das Artes QuebraJazz.

Já o Clube Residencial Cidade Jardim vai receber um apoio de 4.000 euros, e ainda isenção do pagamento de taxas e impostos municipais, para a realização da 9.ª edição do ‘Há Música no Jardim’, que vai decorrer de 4 a 25 de Junho na Urbanização da Quinta São Jerónimo. Este é um ciclo de concertos, de entrada livre, aberto a toda a comunidade, que anima os jardins da Quinta de São Jerónimo durante os fins-de-semana do mês de Junho. A programação centra-se em artistas e grupos de Coimbra e estão já previstos concertos da Orquestra de Sopros de Coimbra, do Colectivo Ciranda, do Almmond Trio e do projecto Sul.

A Cultura e Risco Associação Cultural também solicitou apoio financeiro à Câmara Municipal para a realização do festival Summertime. Trata-se, pois, de um ciclo de concertos informais de jazz português, que irão decorrer aos sábados ao final da tarde no jardim do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, entre 27 de Agosto e 28 de Setembro. O

programa abrange diferentes estilos dentro do jazz e inclui, ainda, uma parceria com a Fila K, que apresenta um ciclo de cinema intitulado “Cinema e Jazz”. O festival vai ser apoiado pela autarquia com 4.000 euros e a isenção do pagamento de taxas e impostos municipais.

Já a Associação Cafés com História vai receber 2.000 euros para a realização da iniciativa “Os Cafés Históricos: Um Encontro de Ideias”. O seminário vai decorrer durante todo o dia 20 de Maio no Café Santa Cruz e encerra no dia seguinte, 21 de Maio, com um espectáculo musical protagonizado pelo Coro dos Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra, agendado para as 17h00. A iniciativa, que resulta de uma parceria entre o Café Santa Cruz e a Associação dos Cafés com História, reveste-se de interesse público municipal, pela missão de divulgar, dinamizar e promover o património histórico material e imaterial que constitui a marca identitária da cidade.

Por último, o GEFAC vai receber 1.500 euros para organizar as XVIII Jornadas de Cultura Popular, que decorrem até 8 de Maio e têm como tema “Festa, Ritos e Gentes”. As jornadas apresentam uma programação com diversos eventos e abordagens ao tema “Festa, Ritos e Gentes”, tendo sempre o foco na festa como atividade lúdica essencial, como escape da rotina e do trabalho e momento de fortalecimento de laços e da identidade das povoações. Teatro, cinema, exposições e muito mais fazem parte do programa que a GEFAC apresenta até ao próximo dia 8 de Maio.