Coimbra  14 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: Atletas da Academia Desportiva do CASPAE voltam à actividade presencial

2 de Abril 2021 Jornal Campeão: Coimbra: Atletas da Academia Desportiva do CASPAE voltam à actividade presencial

Os atletas da Academia Desportiva do Centro de Apoio Social (CASPAE), de Coimbra, voltam à água, a partir do dia 05, depois de terem realizado treinos online durante o confinamento.

Para a equipa da Academia Desportiva do CASPAE tem sido uma época difícil para a modalidade de natação.

O período de confinamento travou a prática desportiva e teve consequências drásticas ao nível económico, financeiro e principalmente social. Nuno Peres, coordenador da Academia Desportiva do CASPAE refere mesmo que “agravaram-se, sem dúvida, os problemas de saúde mental dos nossos atletas, fazendo aumentar os níveis de stress e alterações no seu estado emocional. Foi uma travessia árdua, mas os nossos atletas, treinadores, dirigentes e pais mostraram uma grande resiliência”.

Consciente da importância de adaptação a estes novos tempos, a Academia Desportiva do CASPAE não parou de treinar nesta altura de confinamento, tendo havido uma adaptação a esta nova realidade. Foram treinos online que serviram para que os atletas continuassem motivados e fizessem actividade física, considerada pelos técnicos como essencial.

Esta iniciativa de treinos a distância foi abraçada por vários clubes e houve uma evidente aproximação dos mesmos. Sem rivalidades, imperando o espírito de colaboração, partilharam vivências e novas experiências. Foram realizados treinos partilhados online com a participação de vários clubes de natação, como o FC Porto, Vigor da Mocidade e Fundação Beatriz Santos.

O CASPAE, com o seu treinador Nuno Ferreira como orientador desse treino partilhado, reconhece a confiança, a colaboração e empenho. “Os laços de proximidade entre clubes e principalmente entre atletas e treinadores é fundamental”, referiu. “Queremos que num futuro próximo se possam fazer outras actividades em parceria dentro ou fora de água”, aludiu Nuno Peres, que acrescentou ainda que “com a partilha e com estas iniciativas fantásticas, todos nós crescemos a todos os níveis”.