Coimbra  26 de Setembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra assinala 41 anos do Serviço Nacional de Saúde com rega da “Oliveira SNS”

15 de Setembro 2020 Jornal Campeão: Coimbra assinala 41 anos do Serviço Nacional de Saúde com rega da “Oliveira SNS”

O Parque Verde do Mondego, junto ao Pavilhão Centro Portugal, em Coimbra, acolhe, esta terça-feira (15), pelas 17h30, a cerimónia da rega da “Oliveira SNS”, no âmbito das comemorações dos 41 anos do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

A oliveira é o símbolo de resistência e esperança na vitalidade do SNS, essencial a todos os cidadãos, e à concretização do sonho de António Arnaut de “construir uma sociedade mais livre, justa e solidária”.

Assim, nesta homenagem, cumprindo a promessa feita a António Arnaut de perpetuar a luta pela defesa do SNS, marcam presença Isabel de Carvalho Garcia, presidente da Liga dos Amigos dos Hospitais da Universidade de Coimbra, e Carlos Cortes, presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM).

A Liga dos Amigos dos Hospitais da Universidade de Coimbra (LAHUC) foi a mentora da plantação e rega da “Oliveira SNS”, em Coimbra. A plantação decorreu no Parque Verde da cidade, a 15 de Setembro de 2009, com a presença e colaboração activa de António Arnaut.

Desde essa data que, todos os anos, Arnaut fez questão de acompanhar o ritual da rega da oliveira.

Desde as comemorações dos 35 anos do SNS, em 2014, que a SRCOM se associou a esta iniciativa, continuando a fazer parte dela.

A última rega que António Arnaut acompanhou foi em 2017, fazendo os intervenientes prometer que tudo fariam para perpetuar aquele símbolo do Serviço Nacional de Saúde.

Neste sentido, a LAHUC iniciou, o ano passado (2019), um movimento cívico em todos os municípios, do continente e ilhas, para que no dia 15 de Setembro de cada ano se realizasse, simbolicamente, a rega de uma “Oliveira SNS”.

Actualmente, existem “Oliveiras SNS” nos municípios de Coimbra, Fafe, Viseu, Penela, Tocha, Pampilhosa da Serra, Miranda do Corvo, Ansião, Lousã, Celorico da Beira, Loulé, Vila Nova de Poiares, Arganil e Portimão.