Coimbra  23 de Maio de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: Arranjo das “Docas” sujeito a novo concurso

29 de Abril 2019

A Câmara de Coimbra deliberou, hoje, abrir novo concurso público para conclusão da obra de ampliação e requalificação dos edifícios de restauração das “Docas” (Parque Verde do Mondego).
No final de 2018, o executivo municipal aprovara a tomada de posse administrativa da anterior empreitada na medida em que a empresa vencedora do primeiro concurso não concretizou os trabalhos dentro do prazo contratualmente previsto.
A consignação estipulava que a obra, a cargo da sociedade Garfive, ficasse concluída no final de Outubro [de 2018], mas isso não aconteceu.
O novo procedimento concursal prevê um investimento superior a 1,10 milhões de euros (mais 275 000 euros).
Segundo a Assessoria de Imprensa da Câmara conimbricense, a obra passa por construir quatro novos módulos na cobertura do actual edifício, estando prevista, ainda, a instalação de esplanadas, pelo que foi concebida nova configuração do espaço, que passa a ter 4+1 estabelecimentos ao invés dos anteriores 3+1 (três bares/restaurantes e uma gelataria).
Os quatro volumes vão possuir escadas e sistema elevatório de ligação entre os pisos, com um novo acesso público ao piso térreo, onde cada uma das quatro concessões passará a dispor de instalações sanitárias.
As cozinhas serão recolocadas no piso superior, mantendo uma simples copa de apoio, arrecadação e compartimento de lixos no piso térreo.
As instalações sanitárias de natureza pública vão ser recuperadas.
Cada módulo do piso superior compreende uma nova área envidraçada e espaços de esplanada.
Relativamente ao lado voltado para Poente, os pavimentos existentes serão alvo de recuperação e/ou reposição.