Coimbra  18 de Maio de 2022 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra alerta para a importância das árvores em Dia Internacional da Floresta

21 de Março 2022 Jornal Campeão: Coimbra alerta para a importância das árvores em Dia Internacional da Floresta

Para assinalar o Dia Internacional da Floresta, que se comemora hoje (21), a Câmara Municipal (CM) de Coimbra promoveu esta manhã um conjunto de acções com o objectivo de alertar para a importância das árvores e da floresta.

O programa reuniu um conjunto de acções em vários locais e com públicos distintos, com o objectivo de alertar para a importância, cada vez maior, da floresta e dos espaços verdes ao longo de todo o do concelho.

Para além destas acções, a CM de Coimbra irá apresentar, muito brevemente, o Inventário do Arvoredo Urbano e o Plano de Arborização para 2022.

A primeira acção para comemorar a efeméride começou bem cedo, pelas 9h30, com a plantação simbólica de uma árvore (ulmeiro) na margem esquerda do Parque Verde do Mondego, junto à Ponte Pedro e Inês. A iniciativa foi proposta pela Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla (SPEM) e rapidamente aceite pela CM de Coimbra, devido ao grande simbolismo que marcou a plantação da “árvore da vida”, tal como foi referido pelos responsáveis da SPEM presentes na iniciativa. O presidente da CM de Coimbra, José Manuel Silva, marcou presença nesta plantação simbólica com os vereadores Carlos Lopes e Francisco Queirós. “Esta árvore da vida é em nome e em homenagem da natureza, do ambiente, e das pessoas que precisam da nossa solidariedade e do nosso cuidado. É um acto simbólico de grande profundidade com a plantação singela de uma árvore em que queremos representar toda a solidariedade e vida da humanidade”, explicou José Manuel Silva.

Após a plantação, o programa continuou com a apresentação no local da requalificação do espaço verde do Vale do Rosal, em Santa Clara. O Vale do Rosal carecia de uma requalificação profunda em toda a sua extensão e estrutura. Com o objectivo de o tornar mais aprazível, a preocupação foi também apostar na sua função de lazer e de bem-estar e contribuir para o enriquecimento do património arbóreo de Coimbra.

Nesse sentido, foram plantadas 35 árvores relacionadas com o cariz urbano das edificações existentes e com o parque público onde foram instaladas. Foram também recuperados os caminhos pedonais existentes e reabilitados os bancos. O espaço foi ainda completado com algum mobiliário urbano, nomeadamente algumas mesas de apoio a piqueniques que convidam ao lazer nesta área residencial.

A apresentação da requalificação do espaço foi feita pelos técnicos municipais da Divisão de Espaços Verdes e Jardins e contou com a presença dos vereadores Carlos Lopes e Francisco Queirós e ainda do presidente da União de Freguesias de Santa Clara e Castelo Viegas, José Simão.

De Santa Clara, o programa do Município para assinalar o Dia Internacional da Floresta seguiu para o Monte Formoso, com a acção ambiental “Monte + Formoso”. A iniciativa desenvolvida pela Associação de Moradores do Monte Formoso, contou com a colaboração da União de Freguesias de Eiras e São Paulo de Frades e de dois departamentos da CM de Coimbra: Departamento de Desenvolvimento Social, Saúde e Ambiente e Departamento de Espaço Público, Mobilidade e Trânsito.

No âmbito deste programa, uma das acções com intervenção da autarquia centrou-se no arranjo de um espaço degradado junto à Rua Cidade Salamanca (imagem abaixo), onde foram incluídos arranjo dos passeios, dos caminhos e ainda o fornecimento e espalhamento de terra vegetal. Com o intuito de desenvolver um trabalho de pedagogia junta da comunidade, a Associação de Moradores vai, então, promover naquele local recuperado um conjunto de iniciativas com o envolvimento do Bairro. A constituição de uma horta de ervas aromáticas é um dos exemplos.

A acção contou com a presença dos vereadores Carlos Lopes e Francisco Queirós e ainda do presidente da União de Freguesias de Eiras e São Paulo de Frandes, Luís Correia, bem como de alguns representantes da Associação de Moradores.

Ao longo da manhã, para assinalar a data junto da comunidade académica, foram ainda plantadas um conjunto de arbustos, na Escola Superior de Educação de Coimbra (ESEC), no âmbito do Programa Eco-Escolas. A CM de Coimbra forneceu diversas espécies arbustivas das quais se destacam: o Folhado (Viburnum tinus), o Alecrim (Rosmarinus officinalis) e a Alfazema (Lavandula sp.). A plantação envolveu os alunos da ESEC, destacando com a iniciativa a importância que possui o sistema arbustivo para a riqueza ecológica da floresta nacional.