Coimbra  27 de Maio de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: Adiada sentença de grupo que controlava tráfico de ‘crack’

3 de Março 2020

O Tribunal de Coimbra adiou a leitura de sentença marcada para hoje à tarde do processo em que 18 arguidos são acusados de pertencerem a um grupo que controlava o tráfico de ‘crack’ na Baixa de Coimbra.

A leitura de sentença foi remarcada para 30 de Março, às 14h00.

No início da sessão de hoje, o presidente do colectivo de juízes comunicou uma alteração não substancial dos factos, sendo que um dos advogados decidiu não prescindir do prazo para se pronunciar sobre essa mudança.

O grupo, tido como “altamente organizado”, com uma estrutura piramidal, dedicava-se, alegadamente, ao ‘crack’, e o Ministério Público acredita que os arguidos eram responsáveis “pela esmagadora maioria do tráfico” realizado na Baixa de Coimbra, refere a acusação.

Segundo a acusação, o grupo terá tido actividade “pelo menos entre Outubro de 2017 e Novembro de 2018”, e terá conseguido estabelecer um monopólio da venda do estupefaciente na Baixa de Coimbra, estimando-se que a organização registasse um lucro superior a 75 000 euros por mês com o tráfico.

O grupo seria encabeçado por um indivíduo de 32 anos, de Coimbra, que “não tocava no estupefaciente”, organizando toda a actividade de longe, de forma a evitar “estar relacionado directamente” com a droga, salientava o Ministério Público.

Dos 18 arguidos, seis estão presos preventivamente.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com