Coimbra  19 de Maio de 2022 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra adere à plataforma WeHelpUkraine e à Carta Europeia para a Igualdade

18 de Abril 2022 Jornal Campeão: Coimbra adere à plataforma WeHelpUkraine e à Carta Europeia para a Igualdade

A Câmara Municipal de Coimbra (CMC) analisar e vota, na sua reunião desta segunda-feira, duas propostas de adesão a iniciativas internacionais: a plataforma global WeHelpUkraine.ORG (WHU) e à Carta Europeia para a Igualdade das Mulheres e dos Homens na vida local.

A plataforma global WHU (https://wehelpukraine.org/) foi criada em Portugal a 27 de Fevereiro com vista a ajudar os refugiados ucranianos a encontrar apoio a nível mundial. Em Portugal, esta plataforma já conta com centenas de pessoas e organizações a desenvolver e a gerir diversas formas de apoio, tais como a disponibilização de alojamento, medicamentos, produtos alimentares, ofertas de trabalho, apoio psicológico, entre outros.

Para além disso, a plataforma dispõe de um call center, em diversas línguas (inglês, português e ucraniano), para atendimento telefónico, e-mail, mensagens instantâneas, videoconferência e outros canais de comunicação. A plataforma permite a consulta das várias iniciativas que estão a ser desenvolvidas pelas diferentes áreas governativas com responsabilidade em matéria de acolhimento e integração, facilitando o acesso à informação por parte do povo ucraniano que equacione a sua vinda para o nosso país.

A CMC recorda que tem empreendido um conjunto de intervenções destinadas a apoiar a população da Ucrânia, desde logo a realização de uma campanha de angariação de bens de primeira necessidade; a criação de um banco de famílias que têm vindo a disponibilizar alojamento; a parceria entre a autarquia e o Exército português na disponibilização de um espaço de emergência de acolhimento no Centro de Saúde Militar, entre outras.

Já a “Carta Europeia para a Igualdade das mulheres e dos Homens na Vida Local”, lançada em 2006 pelo Conselho dos Municípios e Regiões da Europa, é dirigida às colectividades locais e regionais europeias, que são convidadas a subscrevê-la, a tomar publicamente posição relativamente ao princípio de igualdade das mulheres e dos homens e a implementar, no seu território, os compromissos definidos na Carta.

O Município de Coimbra pretende aderir formalmente a esta iniciativa, para que, ao subscrevê-la, reconheça, respeite e promova os direitos e princípios da igualdade das mulheres e dos homens e combata os obstáculos e a discriminação ligados ao género tendo por base os pressupostos constantes no documento em referência e cujo teor se anexa à presente informação. Cada signatário assume, entre outros, o compromisso de colaborar com todas as instituições e organizações do seu território com o intuito de promover uma verdadeira igualdade entre mulheres e homens.