Coimbra  1 de Março de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra abre concurso para reforçar manutenção dos espaços verdes

24 de Janeiro 2021 Jornal Campeão: Coimbra abre concurso para reforçar manutenção dos espaços verdes

Na próxima reunião do Executivo da Câmara Municipal de Coimbra, amanhã (25), vai ser analisada e votada uma proposta de abertura de um concurso público internacional para a aquisição de serviços de manutenção e conservação dos espaços verdes e arruamentos públicos do concelho, por um período de 24 meses, e com um valor base superior a 650 000 euros.

Este investimento acresce aos cerca de 440 000 euros que a autarquia vai transferir para manutenção de espaços verdes no âmbito do processo de descentralização de competências para as Juntas de Freguesia.

O Município de Coimbra tem vindo “a reforçar os serviços de manutenção e conservação dos espaços verdes públicos, também tendo em consideração o aumento considerável dos espaços verdes criados no concelho”, nota.

Já em Agosto de 2019, a autarquia adjudicou a manutenção de espaços verdes à empresa que, na altura, venceu o concurso público internacional: a Viaplanta – Sociedade de Limpezas e Ajardinamentos Lda..

Também investiu mais de 220 000 euros numa prestação de serviços de 24 meses, para que a empresa fizesse a manutenção e conservação dos espaços verdes do Parque Verde do Mondego (ambas as margens), das urbanizações de Valverde, Quinta da Maia, Panorama, Miguel Torga, Quinta da Romeira, Quinta da Lomba, Quinta da Portela e do jardim da Casa do Sal, numa área total superior a 300 000 metros quadrados. O investimento permitiu que os serviços municipais fossem libertados para outras áreas do espaço público.

“Agora, com o contrato a terminar em Agosto de 2021 e tendo em conta que essa prestação de serviços continua a ser necessária para que se consiga a manutenção desejada, a autarquia pretende abrir um novo concurso público internacional, igualmente por um período de 24 meses, e tendo como valor base 653 425,20 euros (IVA incluído)”, frisa a autarquia conimbricense, acrescentando que “o procedimento está organizado em quatro lotes e prevê o corte de relva, manutenção de canteiros e implementação de novos; remoção de infestantes nos passeios e caminhos existentes nos espaços ajardinados; manutenção de árvores e arbustos existentes nos jardins; corte e limpeza de infestantes existentes em toda a área de passeios não incluídos em espaços ajardinados; e a limpeza de caldeiras existentes no ajardinamento ou arruamentos, com a manutenção das respetivas árvores aí existentes”.

O lote 1 prevê a manutenção dos espaços verdes da margem esquerda e direita do Parque Verde do Mondego, bem como a zona do Pavilhão de Portugal; o lote 2 diz respeito à avenida de Conímbriga, Jardim da Casa do Sal e urbanizações Panorama e Miguel Torga; o lote 3 é referente às urbanizações da Quinta da Lomba, Quinta do Pontão, Quinta da Maia (e rotunda), Quinta das Nogueiras e Quinta do Grijó; já o lote 4 engloba a urbanização Quinta da Portela, Quinta da Fonte e Quinta da Romeira. Trata-se, pois, de uma área total de 410 500 metros quadrados.