Coimbra  24 de Setembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CMC: Vereador volta a alertar para edificação clandestina

27 de Novembro 2018 Jornal Campeão: CMC: Vereador volta a alertar para edificação clandestina

O vereador independente da Câmara de Coimbra, José Manuel Silva, afirmou, ontem (26), que ela “não pode pactuar” com construção clandestina e deu exemplo de um caso para o qual alertara há um ano.

Segundo o edil, trata-se de uma edificação que não sofreu embargo, “completamete desenquadrada do lote contíguo”, sendo isso do conhecimento formal da autarquia desde Julho de 2017.

A advertência do eleito pelo movimento “Somos Coimbra” ocorreu na sequência do reportamento acerca de uma visita por ele efectuada ao bairro da Fonte do Castanheiro.
Ao reclamar a “reposição da legalidade”, perante o silêncio do vereador do urbanismo, Carlos Cidade (PS), José Manuel Silva recomendou a técnicos camarários que façam “nova visita” ao local.

Paulo Leitão, eleito pelo PSD, disse ter recebido uma advertência, feita sob anonimato, alusiva a eventual construção ilegal de um piso na rua da Porteladinha.

Quanto ao vereador independente, que se reuniu com a Associação de Moradores do bairro da Fonte do Castanheiro, alertou, ainda, para “significativos prejuízos” infligidos em 27 habitações pela recente tempestade tropical.

“Há casas em que até chove nas camas”, assinalou o anterior bastonário da Ordem dos Médicos.