Coimbra  22 de Novembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CMC submete projecto de regeneração urbana a financiamento europeu

6 de Setembro 2019

O Executivo da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) vai analisar e votar, segunda-feira, a proposta final de candidatura do projecto de regeneração urbana dos centros históricos das cidades ‘Connecting Culture’.

Este projecto que a autarquia está a preparar, em parceria com o Instituto Pedro Nunes (IPN), o Centro de Estudos Sociais (CES) e um consórcio de autarquias, incubadoras e universidades europeias, contempla um conjunto de acções de regeneração urbana em Coimbra, num investimento global de 119 303 euros, comparticipado a 100 por cento.

A proposta já foi a reunião de Câmara, em Fevereiro passado, quando o IPN dirigiu um convite à CM Coimbra para integrar o consórcio constituído por incubadoras, autarquias e universidades europeias – e liderado pelo Trinity College, de Dublin – para a candidatura do ‘Connecting Culture’ ao programa Horizonte 2020, que está dotado de 77 milhões de euros para apoiar a inovação entre 2014 e 2020.

O consórcio europeu é constituído por parceiros da Irlanda, Portugal, Geórgia, Reino Unido, Espanha, Polónia, Roménia, Itália, Bélgica, Suécia e Bielorrússia. Já o consórcio regional, composto pela CM Coimbra, o IPN e o CES, concluiu agora a proposta final de candidatura, já com todas as acções aprovadas e a respectiva necessidade de Recursos Humanos afectos ao projecto.

O objectivo do ‘Connecting Culture’ passa, pois, por transformar os centros históricos das cidades em centros de empreendedorismo, criatividade e inovação, criando novos estilos de vida e locais de integração sócio-cultural, através do desenvolvimento de sectores criativos, tecnologias digitais, economias de partilha e inovação social.

Segundo o Município, este é um projecto que “tem interesse para a autarquia, já que possibilita o intercâmbio de conhecimentos e boas práticas entre parceiros, a réplica de modelos bem-sucedidos, a criação de sinergias com vista a alcançar objectivos comuns e a aquisição de ferramentas elementares para lidar com problemas como a desertificação dos centros históricos, a gentrificação e a alteração de dinâmicas nestas zonas dos centros das cidades, que afetam as populações locais e dificultam a sua permanência”.

O ‘Connecting Culture’ procura reverter a tendência de abandono do património histórico; criar novas e comprovadas soluções para a regeneração social e económica dos centros históricos europeus, com enfoque no bem-estar, na qualidade de vida, na coesão social e na integração; impulsionar a inovação cultural, a criatividade, o empreendedorismo e a reindustrialização ligeira; e promover a colaboração entre sectores, a criação de emprego em sectores culturais e criativos e a inovação produtiva ligada aos centros históricos.

As acções previstas no âmbito deste projecto para Coimbra vão desde organização de tertúlias sobre várias temáticas, a repescagem de projectos do Orçamento Participativo, passando pela promoção da marca Coimbra, sempre em alinhamento com a candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura 2027.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com