Coimbra  29 de Janeiro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CMC: “República” do Bota-Abaixo com interesse histórico e cultural

9 de Dezembro 2019

O Executivo da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) aprovou, hoje, por unanimidade, o eventual reconhecimento da Associação Real República do Bota-Abaixo como entidade de interesse histórico e cultural ou social local.

A decisão será submetida a um período de consulta pública de 20 dias, para que seja elaborado o relatório final.

A CMC já reconheceu 10 “Repúblicas” de estudantes e estão em análise técnica ou a aguardar a entrega de documentos outras 10, bem como de três lojas históricas.

A Real República do Bota-Abaixo apresentou a candidatura final nos Serviços Municipais em finais de Outubro, tendo-se seguido a análise técnica.

Mediante os documentos apresentados é possível reconhecer que a “República” existe desde 1986, sendo comprovativo de que a longevidade é superior a 25 anos. Todavia, a “República” celebra este ano 70 de existência contínua.

Da actividade da “República” salienta-se a sua participação em actividades de âmbito cultural e social, como a dinamização de sessões de cinema, concertos, espectáculos de dança e workshops. A República do Bota-Abaixo terá sido uma das primeiras a aceitar uma mulher, na década de 70.

Recorde-se que a CMC aprovou, na sua reunião de 05 de Março de 2018, uma ficha de candidatura para a instrução de processos de reconhecimento e protecção de estabelecimentos e entidades de interesse histórico e cultural ou social local, de forma a auxiliar os estabelecimentos que pretendessem ver efectivado esse reconhecimento.

“O objectivo passa, pois, por simplificar o procedimento, para que os estabelecimentos que se enquadrem nas categorias previstas na lei possam desencadear, com maior celeridade e simplicidade, o seu processo de pedido de reconhecimento como entidade de interesse histórico e cultural ou social local”, refere a CMC.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com