Coimbra  27 de Setembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CMC proporcionou férias a crianças do pré-escolar com um programa diferente

27 de Agosto 2020 Jornal Campeão: CMC proporcionou férias a crianças do pré-escolar com um programa diferente

As crianças dos jardins-de-infância da rede pública concelhia tiveram acesso, estas férias escolares, no mês de Agosto, a um programa municipal de ocupação dos tempos livres diferente do habitual.

A Câmara Municipal de Coimbra (CMC) quis proporcionar aos mais novos, dos três aos seis anos, actividades diferenciadas, que privilegiassem o contacto com a natureza e com a experimentação activa das ciências, contando, para isso, com a experiência do Exploratório Ciência Viva de Coimbra.

O programa conta com a participação de 96 crianças e decorre no Centro Escolar da Solum Sul e no Exploratório. Jorge Alves, vereador da Educação da CMC, visitou os dois locais e mostrou-se satisfeito com o resultado deste programa destacando que esta “é uma iniciativa inédita a nível nacional”.

Explorar a natureza e o Parque Verde do Mondego, a zona exterior do Exploratório, caixas de areia, uma cozinha onde se confeccionam pratos com terra, uma zona de água, visitar as exposições existentes (uma particularmente interessante dedicada aos insectos), ver os pintainhos a nascerem na maternidade, experimentar e descobrir os sabores das frutas em pequenas bolas de gelado ou, simplesmente, fazer enorme bolas de sabão, são algumas das muitas e variadas propostas existentes neste programa de ocupação dos tempos livres.

A iniciativa tem início às 08h00 e termina às 18h30, permitindo, assim, que os pais exerçam as suas actividades profissionais em regime presencial, enquanto os seus filhos se divertem e aprendem num espaço com profissionais.
“Este é um programa que a CMC desenvolve para ocupação dos tempos livres nas férias escolares dos meninos do pré-escolar. O objectivo é termos um programa que os ocupe, pois é muito difícil haver actividades para os mais pequenos”, explicou Jorge Alves, adiantando que, este ano, a autarquia fez uma parceria com o Exploratório de forma a dar mais enfoque às actividades de exploração da ciência e realizadas ao ar livre.

“É uma iniciativa inédita a nível nacional, a existência de um programa com uma oferta destas em Agosto para meninos tão novos”, referiu o autarca, acrescentando que a iniciativa “está a correr muito bem, está a ser um sucesso, e serve também de formação para as nossas funcionárias dos jardins-de-infância, para que adquiram novas competências”.

“É uma iniciativa que se tem relevado uma enorme surpresa para nós, porque ter aqui cerca de 40 crianças por dia, com este entusiasmo e com esta alegria, é extraordinário”, afirmou o director do Exploratório, Paulo Trincão. “É um programa único no país”, reforçou.

A autarquia disponibilizou, ainda, à semelhança dos anos anteriores, refeições e ocupação dos tempos livres, durante Julho e Agosto, aos alunos mais carenciados do 1º Ciclo do Ensino Básico da rede pública concelhia, sinalizados pelas Comissões Sociais de Freguesia e Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Coimbra.

Recorde-se, ainda, que o Programa Municipal de Acção Social Escolar para o ano lectivo de 2020/2021, que deverá abranger cerca de 15 000 crianças e jovens, prevê a gratuidade do serviço de refeições escolares (almoços e lanches da manhã e da tarde) para todos os alunos do pré-escolar e do 1º Ciclo do Ensino Básico. Uma forte aposta deste executivo, que pretende garantir a igualdade de oportunidades no acesso à educação, suavizar os orçamentos das famílias e valorizar a escola pública, sendo ainda um estímulo à natalidade e fixação de famílias no concelho.

A aplicação deste programa municipal representa um investimento global superior a 9,3 milhões de euros em acção social escolar no próximo ano lectivo, uma previsão superior em três milhões relativamente ao ano transato, sendo que deste valor cerca de 5,5 milhões de euros são para refeições (almoços e lanches), leite escolar e fruta escolar.