Coimbra  13 de Junho de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CMC: Ex-bastonário encara candidatura independente

4 de Março 2017 Jornal Campeão: CMC: Ex-bastonário encara candidatura independente

José Manuel Silva admite perfilar-se, este ano, como independente, para a presidência da Câmara Municipal de Coimbra, disseram ao “Campeão” apoiantes do provável candidato.

A informação foi prestada ao nosso Jornal imediatamente a seguir à ocasião em que o movimento cívico Cidadãos por Coimbra (CpC) descartou patrocinar a eventual candidatura do anterior bastonário da Ordem dos Médicos à liderança do Município.

O empresário Gonçalo Quadros (Critical Software), graças à amizade nutrida pelo reitor da Universidade de Coimbra, João Gabriel (irmão de José Manuel Silva), é um dos entusiastas da candidatura do ex-bastonário.

Na tentativa de aproximação, reconhecida por CpC, empenharam-se alguns apoiantes do médico, que encararam a logística proporcionada pelo movimento como facilitadora, por exemplo, da angariação das assinaturas indispensáveis à formalização da candidatura.

Fontes conhecedoras do dossiê disseram ao “Campeão” tratar-se de um exigente processo de compatibilização, fazendo notar que a matriz de CpC se posiciona ideologicamente à Esquerda da de José Manuel Silva.

Segundo o coordenador de Cidadãos por Coimbra, José Augusto Ferreira da Silva, “a aproximação” à “eventual candidatura [de José Manuel Silva] mereceu a crítica” da maioria dos participantes numa recente reunião do movimento.

Em alusão à indicação dada pela SIC de que o anterior bastonário da Ordem dos Médicos seria apoiado pelo movimento para a liderança da Câmara de Coimbra, a Direcção do mesmo alega que ela teve “indiscutível efeito desestabilizador” sobre CPC, “dado que muitas pessoas (…) lhe deram crédito”.

A provável candidatura de José Manuel Silva junta-se à de outro médico, Jaime Ramos (apoiado pelo PSD e pelo CDS/PP), à de Vítor Ramalho (do Partido Nacional Renovador), à aspiração à recondução por parte de Manuel Machado (PS) e aos candidatos de CpC e da CDU.