Coimbra  13 de Novembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CMC evita deslocalização de empresa transportadora

19 de Março 2018

A Câmara de Coimbra aprovou, hoje, por unanimidade, uma redução em 70 por cento de taxas municipais e compensações urbanísticas, cujo alcance evita que uma empresa rume à Mealhada.

Trata-se da empresa de transportes J.M.D. Neves, sociedade unipessoal, que beneficia da primeira medida significativa da edilidade ao abrigo do Regulamento de Apoio a Iniciativas Económicas de Interesse Municipal – Coimbra Investe (em vigor desde meados de 2017).

Coimbra Investe pretende promover o desenvolvimento local, de forma sustentada e organizada, fomentar o progresso e o ordenamento industrial e empresarial, estimular a reestruturação e diversificação dos sectores já implementados, apoiar novas iniciativas industriais e empresariais e favorecer a criação de emprego.

O presidente da Junta da União de Freguesias de Souselas / Botão, Rui Soares, advertira, há três meses, que o proprietário da J.M.D. Neves encarava a hipótese de desistir da concretização de investimento no concelho de Coimbra e rumar ao Município da Mealhada.

O movimento “Somos Coimbra”, em cujas listas aquele presidente de Junta foi eleito, invocou, através do vereador José Manuel Silva, alegado mérito do autarca Rui Soares. O vereador Carlos Cidade (PS) reivindicou para a Câmara Municipal de Coimbra (CMC) a totalidade do mérito.

Segundo a Assessoria de Imprensa da CMC, o projecto da J. M. D. Neves contempla a construção de um pavilhão, com cais de carga e descarga, por forma a aumentar a capacidade produtiva, melhorando significativamente as condições de trabalho.

 

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com