Coimbra  15 de Junho de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CMC abre concurso público para requalificação da EB1 da Solum (Anexas)

7 de Fevereiro 2021 Jornal Campeão: CMC abre concurso público para requalificação da EB1 da Solum (Anexas)

O Executivo da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) vai analisar e votar, na sua reunião de segunda-feira, uma proposta de abertura de um concurso público para a realização de obras de requalificação da escola básica do 1º ciclo (EB1) da Solum n.º 10, mais conhecida como Anexas.

O objectivo da autarquia é melhorar as condições da escola, a sua funcionalidade e o conforto térmico, estando prevista uma profunda intervenção no refeitório; a ampliação da biblioteca; a pintura integral do edifício, no exterior e interior; a remodelação integral da cobertura; a remodelação dos espaços exteriores e a instalação de um novo sistema de aquecimento. Uma intervenção que se estima que represente um investimento municipal superior a 900 000 euros.

A EB1 da Solum (Anexas) tem 10 salas e com capacidade para acolher 250 alunos, sendo muito procurada pela qualidade do edificado e pelos seus amplos espaços exteriores, bem como pela sua localização privilegiada dentro do tecido urbano. É composta por dois edifícios de dois pisos, um telheiro coberto e cada um com um bloco de instalações sanitárias.

Entre os dois corpos dos telheiros cobertos encontra-se um terceiro edifício só de um piso, que acolhe o refeitório e a copa. Será nesse edifício que vai incidir a intervenção mais profunda, uma vez que há necessidade de melhorar o funcionamento da copa e do refeitório, pretendendo-se que a intervenção aumente a sua eficiência e o cumprimento de todas as regras sanitárias. A biblioteca também será ampliada.

Genericamente, a empreitada prevê a regularização das superfícies e a pintura integral do edifício, quer no exterior, quer no interior, bem como a remodelação da cobertura, incluindo cimalha e beirado.

Já no que diz respeito aos espaços exteriores, vão ser objecto de remodelação e estudo paisagístico, estando previsto um novo desenho do espaço. A intervenção contempla a plantação de novas árvores de fácil manutenção, a resolução dos problemas de empoçamento junto aos campos de jogos, a redefinição de floreiras e protecção de taludes existentes e a inclusão de expositores informativos no exterior. Serão colocados novos mobiliários urbanos e jogos infantis termoplásticos, originais e criativos, adequados às idades dos alunos da EB1 da Solum.

O sistema de aquecimento da escola vai ser renovado em novos moldes, mediante a utilização de caldeiras a gás e novos radiadores, a colocar sensivelmente no local dos antigos, que serão removidos. Os blocos vão dispor de uma caldeira mural, pelo que será reservado um pequeno espaço para este fim específico.

O concurso público tem um preço base de 877 818,60 euros (a que acresce o IVA) e um prazo de execução de um ano.