Coimbra  16 de Julho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CMC abate “dois coelhos de uma cajadada”

29 de Setembro 2017

A Câmara Municipal de Coimbra resolveu, de uma assentada, dois problemas rodoviários (ilustrados na foto) no bairro de S. Miguel, Eiras, dados a conhecer, ontem (28), pelo “Campeão”.

Na rua da Liberdade, 27 famílias deixaram de ter acesso às garagens e aos prédios onde vivem por estarem em falta dois traços de sinalização horizontal, que permitiam virar à esquerda, no início da subida, junto a uma passadeira. Este era, de resto, o único acesso para os moradores dos lotes 02, 03, 04 e 05, depois de a Câmara Municipal ter invertido o sentido do trânsito no sobredito arruamento.

Quanto à segunda situação, os condutores que circulavam no sentido descendente da artéria de ligação dessa rua à de Adriano Lucas deparavam com sinalização vertical – a impedir a mudança de direcção para a esquerda – e com marcas no pavimento em desconformidade com a proibição.
A referida mudança de direcção é pertinente para quem se dirige a uma creche e a um infantário ali existentes.
O Código da Estrada faz prevalecer a sinalização vertical sobre a horizontal, como tal, o condutor que fosse interceptado, pela PSP, a mudar de direcção naquele local, estava a infringir uma regra de trânsito.

Um dia depois da publicação de dois artigos, a Câmara Municipal de Coimbra resolveu os problemas, colocando os traços onde faziam falta e retirando-os de onde estavam em desconformidade com sinalização vertical. Quanto ao segundo caso, a autarquia podia ter optado pela eliminação da sinalização vertical.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com