Coimbra  28 de Julho de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CM de Coimbra cede instalações de antigas escolas para dinamização de actividades

26 de Junho 2021 Jornal Campeão: CM de Coimbra cede instalações de antigas escolas para dinamização de actividades

O Executivo da Câmara Municipal de Coimbra vai analisar e votar, na sua reunião de segunda-feira, duas propostas para a cedência de instalações de antigas escolas do 1.º ciclo do Ensino Básico (EB1) às respectivas Juntas de Freguesia, para a instalação de colectividades e desenvolvimento de actividades de lazer, cultura e recreio com a comunidade local. A primeira diz respeito à escola de Cioga do Campo, que será cedida à Junta de Freguesia de S. João do Campo, e a segunda à da Cidreira, que será cedida à União de Freguesias de Antuzede e Vil de Matos. A cedência será por um período de três anos, renovável, sendo que as Juntas de Freguesia ficam responsáveis por gerir os espaços e assegurar os encargos inerentes ao seu funcionamento.

Uma das propostas prevê a cedência do espaço da antiga escola EB1 de Cioga do Campo, que se encontra desactivada desde 2008, à Junta de Freguesia de S. João do Campo, através da assinatura de um protocolo de cessão precária. Um espaço situado na rua da Escola, em Cioga do Campo, que é composto por uma sala de aula, um alpendre, instalações sanitárias e logradouro, e tem uma área total de 651 m2. A Junta de Freguesia de S. João do Campo ficará com a responsabilidade de gerir o espaço e assegurar todos os encargos logísticos inerentes ao seu funcionamento. A autarquia fica ainda obrigada a, durante o mês de Abril de cada ano, apresentar o Plano Anual de Actividades a desenvolver nas instalações cedidas.

A antiga escola vai servir para acolher a Espalhafolias – Associação Cultural e Recreativa, que ficará responsável pelo desenvolvimento de várias iniciativas dirigidas à comunidade local, nomeadamente na área da cultura (teatro, dança, música e cinema), desporto (jogos tradicionais, passeios de bicicleta, atletismo e caminhadas), educação (promoção de hábitos de hábitos de leitura, sessões de estudo, workshops temáticos), cidadania (centro de resolução de problemas, centro de apoio à informação e centro de pagamento de serviços) e saúde (sessões de educação para a saúde, rastreios, formação em suporte básico de vida e recolhas de sangue). As actividades vão decorrer ao fim-de-semana, das 09h00 às 00h00 e está prevista a participação de uma centena de pessoas.

 

A outra proposta prevê a cedência do espaço da antiga escola EB1 da Cidreira, que se encontra desactivada desde 2014, à União de Freguesias de Antuzede e Vil de Matos, através da assinatura de um protocolo de cessão precária. Um espaço situado na rua da Capela, n.º 109, na Cidreira, que é composto por duas salas de aula, um alpendre, instalações sanitárias e logradouro. A União de Freguesias de Antuzede e Vil de Matos ficará, igualmente, com a responsabilidade de gerir o espaço e assegurar todos os encargos logísticos inerentes ao seu funcionamento, bem como a apresentar, durante o mês de Abril de cada ano, o Plano Anual de Actividades a desenvolver nas instalações cedidas.

O espaço vai servir para acolher, numa sala de aula, o Grupo de Danças e Cantares da Cidreira, composto por 55 participantes, que ficará responsável pelo desenvolvimento de actividades culturais e recreativas, nomeadamente danças e cantares típicos dos ranchos folclóricos e atividades relacionadas com o artesanato. A antiga escola vai ainda acolher, na outra sala de aula, uma escola de música, que tem cerca de 15 formandos, e funciona durante a semana, em grupos de 3 a 4 elementos.