Coimbra  22 de Abril de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CM Coimbra apoia associação Ecos do Passado para realização do IX Ciclo de Requiem

7 de Março 2021 Jornal Campeão: CM Coimbra apoia associação Ecos do Passado para realização do IX Ciclo de Requiem

O Executivo da Câmara Municipal (CM) de Coimbra vai analisar e votar, uma proposta de atribuição de um apoio financeiro pontual à Ecos do Passado no valor de 11 000 euros, para a realização do IX Ciclo de Requiem Coimbra 2021.

O apoio financeiro pontual à Ecos do Passado – Associação surge no âmbito do novo Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo Cultural, que define critérios de rigor, transparência e isenção para a atribuição de apoios aos agentes culturais do concelho, com o objectivo de valorizar o trabalho produzido pelo tecido associativo do município no domínio da cultura.

As candidaturas para 2021 ao Apoio Financeiro Municipal à Actividade Pontual, previstas no regulamento, estão abertas desde o passado dia 11 de Janeiro e podem ser realizadas até ao próximo dia 9 de Julho, sendo que as candidaturas devem ser efectuadas com um mínimo de 45 dias de antecedência relativamente à data da iniciativa ou do projecto para o qual é solicitado o apoio.

A Ecos do Passado – Associação apresentou candidatura para a realização do IX Ciclo de Requiem – Coimbra 2021, a realizar de 20 de Março a 2 de Abril, um projecto de inegável importância no contexto cultural municipal e o único associado a grandes obras corais sinfónicas. Depois de ter sido avaliada pelos serviços municipais, a Ecos do Passado –

Associação obteve um apoio financeiro de 11 000 euros, sendo que a associação contará ainda com outros apoios, nomeadamente a isenção de pagamento de taxas e preços municipais relativos à utilização do grande auditório do Convento São Francisco, no valor de 3 518 euros, com a receita de bilheteira a reverter a favor da entidade.

A CM Coimbra decidiu ainda, excepcionalmente, como resposta aos impactos da covid-19, fixar o dia 31 de Março do próximo ano como data do período de vigência do protocolo, possibilitando assim que associação disponha de um prazo mais dilatado para a eventualidade de necessidade de reagendamento, total ou parcial, do projeto.

A Ecos do Passado – Associação pretende, pois, levar a efeito o IX Ciclo de Requiem de Coimbra, um evento organizado pelo Coro Sinfónico Inês de Castro, que engloba cinco concertos, para coro, orquestra, solistas e um recital de canto e piano, a decorrer em diferentes espaços da cidade. Esta edição assume ainda um carater internacional, por integrar o concerto de estreia da obra “Requiem por um (Mundo) vivo”, do espanhol José.