Coimbra  16 de Outubro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Clube Náutico: Figueira da Foz continua de “costas para o mar”

18 de Dezembro 2018

“A Figueira da Foz continua de costas voltadas para o mar”, declara o presidente do Clube Náutico, ao referir os poucos apoios às actividades desportivas como a vela, o remo, o surf ou o bodyboard.

O Clube Náutico da Figueira da Foz celebrou na segunda-feira à noite a quadra natalícia, juntando num jantar-convívio elementos dos corpos sociais, jornalistas e o cónego João Veríssimo.

Usando da palavra, o presidente da Direcção do CNAFF, Miguel Amaral, agradeceu a presença do sócio n.º. 1, Fernando Esteves, dedicando ainda alguns momentos à comunicação social, que ao longo dos anos tem vindo a divulgar a actividade do clube.

No final do encontro, o CNAFF distinguiu Jaime Baptista, António Vaz, Hugo Rocha, Henrique Pires e José Cardoso pelos seus 25 anos de associados. Tempo ainda para invocar outros associados, como Aguiar Melo, Carlos Tenreiro e Adriano Silveira.

“A Figueira da Foz continua de costas voltadas para o mar”, disse Miguel Amaral ao referir os poucos apoios às actividades desportivas de rio e mar, como a vela, o remo, o surf ou o bodyboard.

Num ligeiro balanço das actividades realizadas neste ano a findar, o presidente do CNAFF deu conta de participações de elementos do clube em provas regionais e nacionais e da “aposta séria” na Fórmula Futuro, onde já se verifica um campeão nacional (João Parracho – classe 3), dois vice-campeões (Benedita Pais – classe 1 e Gonçalo Empis – classe 5).

Neste campo das conquistas, neste mês de Dezembro a Federação Portuguesa de Motonáutica entregou à atleta Benedita Pais o prémio “Revelação Feminina 2018”, enquanto o CNAFF foi distinguido como o “Melhor Clube Organizador” de provas de Fórmula Futuro.

Miguel Amaral deu ainda conta do actual clima de “relações cordiais” com a administração portuária: “de há três anos a esta parte o mau clima que havia entre o clube e o porto minimizou-se. Com esta nova administração conseguimos manter uma boa relação, graças ao administrador Luís Leal, que compreendeu as nossas reivindicações, a nossa actividade”.

Com olhos postos no futuro, Miguel Amaral adiantou estar já a ser preparado, para 2019, um programa de eventos sociais que possa vincar o 35.º aniversário do Clube Náutico da Figueira da Foz.

Irá prosseguir a normal actividade do clube, com presenças em diversas competições nacionais, regionais e locais, inseridas no calendário oficial da Federação Portuguesa de Vela (classes Optimist, Laser, Vaurien, Snipe, 420, 470, Hobbie Cat, Dart 18 e Laser SB20). Por outro lado, será dada continuidade à escola de vela e formação náutica de recreio e de cartas de navegação.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com