Coimbra  5 de Dezembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CIM Região de Coimbra adere ao acordo europeu “Cidade Verde”

23 de Maio 2021 Jornal Campeão: CIM Região de Coimbra adere ao acordo europeu “Cidade Verde”

A Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra aderiu ao Acordo Cidade Verde (Green City Accord), como entidade interessada em promover os desígnios do acordo com a assinatura da sua declaração de apoio.

Em reunião do Conselho Intermunicipal, os 19 municípios que compõem a CIM Região de Coimbra procederam à assinatura voluntária deste acordo, através do qual a Comissão Europeia pretende incentivar municípios de toda a Europa a tornarem os seus territórios mais limpos e saudáveis, comprometendo-se a intensificar esforços, até 2030, em cinco áreas-chave: ar, água, natureza e biodiversidade, economia circular e resíduos e ruído.

Esta iniciativa representa um esforço adicional para cumprir os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), onde os municípios deverão definir metas ambiciosas no prazo de dois anos, bem como implementar e monitorizar políticas e programas de forma integrada, comunicando regularmente dados sobre o progresso.

A CIM Região de Coimbra faz, agora, parte de um conjunto de entidades europeias que já manifestaram o seu apoio aos objectivos deste acordo, que partilharam as suas experiências na adaptação e gestão territorial para o desenvolvimento sustentável. Neste âmbito, a CIM Região de Coimbra tem, desde 2017, um Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas elaborado em parceria com a Universidade de Coimbra, e o programa Circular + que criou um manual para potenciar as compras públicas alavancado no conceito de economia circular. Estes documentos técnicos colaboram com as áreas-chave do Acordo Cidade Verde, representando um guia para a adaptação climática e desenvolvimento sustentável da Região de Coimbra.

O Acordo Cidade Verde é uma iniciativa que pretende complementar os acordos internacionais assumidos no âmbito do “Pacto dos Autarcas para a Energia e Clima” e que contribuirá, igualmente, para a implementação do “Pacto Ecológico Europeu” (European Green Deal) e para os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas.