Coimbra  20 de Setembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CIM inaugura Centro ‘Europe Direct’ para aproximar os cidadãos à Europa

9 de Maio 2018 Jornal Campeão: CIM inaugura Centro ‘Europe Direct’ para aproximar os cidadãos à Europa

Luís Matias, presidente da CM de Penela; Luís Caetano, vice-presidente da CCDRC; João Ataíde, presidente da CIM-RC; e Jorge Brito, secretário geral da CIM

 

No Dia em que se celebra a Europa, hoje, a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM-RC) inaugurou o primeiro Centro de Informação Europe Direct no país, que será um ponto de contacto directo com a União Europeia.

Embora a funcionar desde o primeiro dia deste ano, o espaço só agora foi inaugurado e pretende ser um local aberto a toda a comunidade, onde se pode ficar a conhecer mais e melhor a Europa, no geral, e a União Europeia (UE), em particular, sendo uma “via directa para as instituições que a constituem”, afirmou João Ataíde, presidente da CIM, na inauguração do espaço.

“O espírito europeu tem de ser desenvolvido, decorridos que estão 32 anos de adesão de Portugal à Comunidade Europeia”, explicou o também autarca da Figueira da Foz, acrescentando que é necessário “criar mais consciência europeia e dinamizar a relação directa entre a Comissão e os cidadãos”.

O Centro, que está inserido nas instalações da CIM, em Coimbra, pretende “aproximar os cidadãos, associações e empresas da Europa à União”, tendo, em sentido contrário, a vantagem de também estreitar a ligação da Comissão Europeia (e as suas instituições) à região e os seus cidadãos.

Este é, por isso, um intermediário bastante directo entre o cidadão comum e as instâncias europeias, ao qual qualquer pessoa poderá recorrer para ter todas as informações sobre a União Europeia, os programas que desenvolve, os tratados assinados, as directrizes, cartas fundamentais, regulações, recomendações, etc.

“O ‘Europe Direct’ é um espaço para se ter acesso mais facilitado a toda a informação disponível sobre a UE e a cultura europeia”, sublinhou o responsável.

Em permanência, em Bruxelas, estará um representante deste Centro de Coimbra para auxiliar de uma forma mais directa todos os pedidos que cheguem, sejam provenientes de cidadãos comuns ou entidades públicas ou privadas.

“É necessário uma participação activa dos cidadãos nas políticas e projectos europeus, com a promoção de mais discussão, e é isso que queremos adoptar neste espaço”, realçou João Ataíde, garantindo que essa é, também, a intenção da Comissão Europeia. O responsável lamentou, ainda, o facto de não se estar “a saber aproveitar devidamente todo o potencial” de alguns projectos que são lançados directamente entre da Comissão para os cidadãos e que, sem intermediários, não chegam com eficácia aos destinatários.

A perspectiva é que o ‘Europe Direct’ possa vir a fazer diversas parcerias, “de carácter público ou privado, e dinamizá-las até com outros países”, explicou João Ataíde.

O Centro ‘Europe Direct’ é resultado de uma candidatura, e, por isso, cofinanciado até 2020 pela UE, sendo o de Coimbra o primeiro no país, mas estão previstos outros 15 em diversas regiões portuguesas, num total de 435 em toda a Europa.

Com entrada gratuita, acesso à Internet, diversos materiais de suporte em papel e um técnico especializado no local, este espaço irá prestar informações sobre a UE, “desmistificando a linguagem de alguns documentos”, orientar pedidos especializados aos cidadãos, bem como organizar eventos (como visitas a escolas e universidades, seminários, etc.) ou promover-se em eventos de cariz regional nos vários municípios que constituem a CIM-RC.

O Centro está aberto entre as 09h00 e as 12h30 e entre as 14h00 e as 17h30, podendo ser contactado através do número 239 795 200 ou europedirect@cim-regiaodecoimbra.pt

Sala Centro Europe Direct