Coimbra  17 de Outubro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Ciclo “Música n’Aldeia” prossegue nas igrejas de Eiras, Almalaguês e Torre de Vilela

25 de Junho 2021 Jornal Campeão: Ciclo “Música n’Aldeia” prossegue nas igrejas de Eiras, Almalaguês e Torre de Vilela

Hoje (25), amanhã (26) e domingo (27), a Câmara Municipal de Coimbra dá continuidade ao ciclo “Música n’Aldeia”, que promove concertos ecléticos em igrejas das freguesias do concelho. Esta sexta-feira, a iniciativa vai decorrer na Igreja Matriz de Eiras, no sábado na Igreja Matriz de Almalaguês, ambas pelas 19h00, e no domingo na Igreja Matriz de Torre de Vilela, pelas 17h00. Recorde-se que esta iniciativa resulta de uma proposta vencedora da 3.ª edição do Orçamento Participativo do Município de Coimbra, que teve como tema “Coimbra 2027: candidatura a Capital Europeia da Cultura”.

O projecto “Música n’Aldeia” foi um sucesso nos dois primeiros fins-de-semana, num total de seis concertos que decorreram na Igreja de Taveiro, no Mosteiro de São Marcos, na Capela de S. Miguel, nas Igrejas paroquiais de Cernache e do Botão e na Igreja da Imaculada Conceição, em Cioga do Campo, freguesia de S. João do Campo.

Aamnhã, 26 de Junho, pelas 19h00, na Igreja Matriz de Almalaguês, o concerto também será de música clássico romântico, interpretado pelo Duo Violoncelo e Harpa, composto por Sofia Novo e Erica Versace. Por fim, no domingo, 27 de Junho, pelas 17h00, na Igreja Matriz de Torre de Vilela, o grupo constituído por Paulo Neto e Hugo Brito vai interpretar um concerto de música contemporânea.

A entrada nos espectáculos é gratuita e obedecerá às regras de contingência que se praticam actualmente nas igrejas, sendo a admissão por ordem de chegada.

Este programa, que integra quatro ciclos musicais – música renascentista; barroca; clássico romântica; e contemporânea –, vai contar até 25 de Julho com a participação de centenas de músicos, a execução de inúmeras peças e instrumentos musicais, desde a harpa, violino ou violoncelo, passando pelo piano, viola, contrabaixo ou instrumentos de sopro, sem esquecer a actuação de grupos corais.

Será uma viagem pela história da música, mas também pelo património de Coimbra, sobretudo aquele que é menos conhecido, mas não menos importante.

Trata-se, assim, de uma programação eclética e bastante relevante, não só pela dimensão e importância musical, mas também pelo carácter descentralizador, assente na importante missão de fazer chegar este tipo de programação a uma franja da população que, habitualmente, não tem o mesmo acesso a este tipo de música e eventos do que as populações dos centros urbanos.

Recorde-se que a 3.ª edição do Orçamento Participativo do Município de Coimbra teve como tema “Coimbra 2027: candidatura a Capital Europeia da Cultura” e o objectivo foi envolver activamente a comunidade neste processo de candidatura. Esta edição recebeu 35 propostas candidatas, das quais 17 viram os seus projectos submetidos a votação. Foram registados 2 929 votos, que elegeram os sete projectos vencedores, que vão representar um investimento municipal de 479 mil euros.

Actuar e desenvolver projectos para protagonizarem as “Correntes de Mudança” – que é o lema da candidatura de Coimbra 2027 -, contribuindo para dinamizar, transformar e animar a cidade, quer pela realização de eventos localizados no tempo, quer pela criação de obras perenes foi o objectivo que esteve subjacente a esta edição do Orçamento Participativo.

 

PROGRAMAÇÃO:

25 Junho| sexta-feira| 19h00

Igreja Matriz de Eiras

Quarteto de Cordas Orquestra Clássica do Centro | Música Clássico Romântico

 

26 de Junho| sábado|19h00

Igreja Matriz de Almalaguês

Duo Violoncelo e Harpa – Sofia Novo & Erica Versace| Música Clássico Romântico

 

27 de Junho| domingo| 17h00

Igreja Matriz de Torre Vilela

Paulo Neto e Hugo Brito (acordeão e violino)| Música Contemporânea

 

02 de Julho| sexta-feira| 19h00

Igreja Paroquial de Assafarge

Valentina Ene e Mafalda Carvalho (piano e flauta transversal)| Música Clássico Romântico

 

03 de Julho| sábado|19h00

Igreja Paroquial de Ceira

Ars Luxurians (violinos, violetas, violoncelo, flauta de bisel, cravo)| Música Barroca

 

04 de Julho| domingo| 17h00

Auditório do Conservatório de Coimbra

Simantra Grupo de Percussão & Luís Figueiredo| Música Tradicional Portuguesa Revisitada

 

09 de Julho| sexta-feira|19h00

Igreja Paroquial de São Martinho do Bispo

OpuSpiritum Ensemble (instrumentos de sopro)|Música Contemporânea

 

10 de Julho| sábado| 19h30

Igreja de Santo António dos Olivais

Capella Sanctae Crucis (grupo vocal e instrumentistas)| Música Renascentista

 

11 de Julho| domingo| 17h00

Seminário Maior

Quinteto com Piano (quarteto de cordas com piano)|Música Clássico Romântico

 

16 de Julho| sexta-feira| 19h00

Mosteiro de Santa Clara-a-Nova

Requiem para Santa Clara (grupo vocal, violinos, violoncelo, órgão) | Música Barroca

 

17 de Julho| sábado| 19h00

Igreja Matriz Torres do Mondego

Catarina Peixinho, Luís Oliveira e Fernando Brites (piano, tuba e acordeão)| Música Contemporânea

 

18 de Julho| domingo|17h00

Igreja Matriz de São Martinho de Árvore

André Madeira (guitarra solista)| Música Contemporânea

 

23 de Julho| sexta-feira| 19h00

Igreja Paroquial de Antuzede

Ançãmble (grupo vocal)| Música Contemporânea

 

24 de Julho| sábado| 19h00

Igreja Matriz de Brasfemes

A Raiz de Um Povo (violoncelo e violino)| Música Contemporânea

 

25 de Julho| domingo| 17h00

Auditório do Conservatório de Coimbra

Queer Able In/Stabilities| Música Contemporânea