Coimbra  21 de Outubro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CHUC já tem em funcionamento sala híbrida na Cirurgia Cardiotorácica

1 de Outubro 2020 Jornal Campeão: CHUC já tem em funcionamento sala híbrida na Cirurgia Cardiotorácica

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) tem em funcionamento uma sala híbrida, localizada no Serviço de Cirurgia Cardiotorácica.

Esta é uma sala com equipamento que vai, fundamentalmente, servir para efectuar a realização de procedimentos híbridos cardiovasculares e torácicos, que envolvam as especialidades de Cirurgia Cardiotorácica, Cardiologia e Cirurgia Vascular.

O CHUC explica que, por exemplo, doentes submetidos a cirurgia valvular e que tenham, em simultâneo, doença coronária ou carotídea vão poder ser tratados às diversas patologias sem que haja necessidade de o doente sair da sala híbrida.

“A vertente da intervenção estrutural cardíaca é uma área de desenvolvimento enorme, em que se prevê, num futuro próximo, que seja cada vez mais necessário um trabalho de proximidade entre cirurgiões cardíacos, cirurgiões vasculares e cardiologistas de intervenção”, diz o CHUC.

Outra vertente salientada pelo Centro Hospitalar como “igualmente importante” é a vertente imagiológica, uma vez que, pela primeira vez em Portugal, haverá uma sala operatória híbrida com angioTAC incorporado. Desta forma, no mesmo espaço de ambiente cirúrgico, há um angiógrafo e uma angioTAC para a preparação mais adequada das intervenções vasculares ou cardíacas mais complexas.

O CHUC adianta, ainda, que a implantação de biopróteses aórticas transcateter (TAVI), que se realizam neste Centro Hospitalar desde o início do ano, passam, agora, a ser efectuadas num “ambiente mais protegido e com vantagens logísticas inequívocas”.

“Esta nova tecnologia possibilita planear, orientar e avaliar procedimentos cada vez mais sofisticados e com maior precisão”.