Coimbra  5 de Dezembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CHUC confirma um caso positivo de coronavírus, isolado nas Infecciosas

11 de Março 2020 Jornal Campeão: CHUC confirma um caso positivo de coronavírus, isolado nas Infecciosas

Fernando Regateiro, presidente do CHUC, com o director clínico Francisco Parente e a coordenadora Cláudia Nazareth

 

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) confirmou, esta tarde, ter recebido um caso positivo de ‘covid-19’, um homem da região Centro e que está em isolamento no serviço de Infecciosas.

Não adiantando a idade nem a origem do infectado, o presidente do CHUC, Fernando Regateiro apenas confirmou que se tratava de um adulto, que chegou à unidade hospitalar “já validade e referenciado pela linha de apoio da Saúde 24, que foi encaminhado de imediato para um quarto de isolamento no serviço de Infecciosas, tendo sido testado no CHUC e confirmada a infecção”.

Nas Infecciosas não há, por isso, visitar a partir de hoje, sendo que as restantes “serão analisadas diariamente”.

O responsável adiantou que o processo para receber o surto de coronavírus tem vindo a ser preparado “paulatinamente” pela unidade hospitalar desde 13 de Fevereiro, quando foram “restringidas as visitas e o ensino em contexto clínico”, tendo continuado com todos os procedimentos até 03 de Março quando entrou em funcionamento a resposta laboratorial e, finalmente, na segunda-feira, quando o CHUC se tornou num centro de referência nacional para receber estes casos, nos seus três pólos: Hospitais da Universidade de Coimbra, Hospital Geral (Covões) e Hospital Pediátrico.

Para dar resposta a casos positivos do novo coronavírus em adultos, o CHUC tem cinco quartos de isolamento e pressão negativa no serviço de Infecciosas; se tal não bastar disponibiliza outras 27 camas nas enfermarias do mesmo serviço. No caso do Hospital dos Covões, e porque este possui “uma unidade de cuidados intensivos que melhores condições reúne”, estão já disponíveis nove camas, “mas há capacidade para expandir para os serviços de recobro e da cirurgia de ambulatório, estendendo até às 31 camas”.

Já no caso do Hospital Pediátrico, o CHUC tem preparados quatro quartos de isolamento e pressão negativa, uma cama nos cuidados intensivos que, nos próximos dias, chegará às três camas. Também destinado às crianças, na Urgência do Pediátrico, o CHUC espera ter “até sexta-feira ou sábado, um quarto de pressão negativa preparado para receber casos positivos”.

Fernando Regateiro notou, ainda, que “o CHUC tem vindo a receber casos suspeitos a todo o momento”, sendo dado o “seguimento clínico consoante a situação ser testada para caso positivo ou negativo”. As pessoas testadas são colocadas em quartos de isolamento na Urgência, enquanto esperam pelos resultados. Nos casos em que dê negativo, voltam para casa, para quem apresentar a infecção, são imediatamente remetidos para os quartos de isolamentos preparados no CHUC para essas situações.

O presidente do CHUC alertou, ainda, a população a “não ir para as urgências contagiar outras pessoas”, um serviço ao qual só deverão recorrer “em última instância, devendo ser evitada a todo o custo”. O contacto para a Linha da Saúde 24, que segundo o Governo será reforçada a partir de sexta-feira (13), deve ser o primeiro passo para quem apresentar sintomas compatíveis com o novo coronavírus.

O CHUC informou, também, que está a criar uma linha de apoio aos cidadãos, através do seu Serviço de Psiquiatria, bem como um grupo de apoio psicológico aos profissionais de saúde que assim o solicitem.

O responsável do CHUC garantiu, ainda, que “esta resposta atenta ao ‘covid-19’ não interfere com a resposta habitual às outras patologias”, tendo o Hospital “profissionais competentes, dedicados e pró-activos”, além de um “incremento na mobilização e resposta”, pelo que Fernando Regateiro acredita que a “tutela agilizará a contratação de funcionários”.