Coimbra  16 de Julho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CHUC assina protocolos para telemedicina com Castelo Branco e Guarda

16 de Março 2018

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) assinou protocolos de colaboração na área da telemedicina com as Unidades Locais de Saúde (ULS) de Castelo Branco e Guarda, nas especialidades de dermatologia e cardiologia, foi hoje anunciado.

Segundo o CHUC, os protocolos foram celebrados “fruto da sua vasta experiência em telemedicina”, para colaboração na área das consultas de especialidade de dermatologia e de cardiologia com aquelas duas unidades de saúde da região Centro.

Os dois acordos de colaboração foram assinados numa cerimónia que contou com a presença do ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes.

O presidente do Conselho de Administração do CHUC, Fernando Regateiro, considera que a assinatura dos protocolos “vem evidenciar o posicionamento aberto à colaboração, através das externalidades que geram”.

Para o responsável, “um hospital universitário como o CHUC tem também na sua missão o dever de partilhar o conhecimento e a experiência que consolida, quantas vezes como soluções inovadoras, como avanços que melhoram o tratamento dos doentes”. “E estes avanços, não podem, não devem ser capturados, antes externalizados”, remata Fernando Regateiro.

As teleconsultas, de acordo com o CHUC, “são um dos vectores em que a telemedicina pode avançar mais rapidamente, especialmente porque o investimento tecnológico é mínimo, a sua implementação passa apenas por alterar modelos de referenciação, e a sua efectivação permite resolver cerca de 80 por cento dos casos sem que o doente tenha que se deslocar”.

“Portugal é um país assimétrico quanto à disponibilidade de acesso a recursos especializados, pelo que o apoio prestado pelos especialistas do CHUC na área de dermatologia e cardiologia através de consultas de telemedicina a estas unidades de saúde vai contribuir para uma melhor acessibilidade dos cidadãos aos cuidados de saúde e uma melhor utilização da capacidade instalada nos hospitais públicos”, refere o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com