Coimbra  17 de Outubro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Choupal parcialmente reaberto ao público

21 de Março 2019

A Mata Nacional do Choupal, em Coimbra, abriu, hoje, um terço do seu território ao público, numa cerimónia que contou com a presença do secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas.

O “pulmão” de Coimbra ficou seriamente afectado pela passagem da tempestade ‘Leslie’, em Outubro do ano passado, estando o espaço sido interdito ao público desde essa altura. O Choupal sofreu perdas de árvores seculares e raras e a os habituais trilhos ficaram irreconhecíveis pela acumulação de ramos, folhas e troncos.

Agora, grande parte da recuperação está concluída, esperando o secretário de Estado que a totalidade da Mata esteja reaberta até 20 de Abril.

“Previa-se que em Março estivesse já tudo aberto, contudo, esta foi uma operação muito cirúrgica e difícil para se conseguir manter as árvores de grande valor”, explicou o governante, justificando o atraso das operações de limpeza. Para Miguel Freitas, outra das prioridades era “garantir a segurança das pessoas, algo que só é possível agora”.

A parte que foi reaberta é aquela que é “mais vivenciada pelos conimbricenses, assim como o Parque de Merendas e o bar”, afirmou o secretário de Estado, sublinhando que este era “um dia especial, porque hoje se celebra a floresta e tem início a Primavera”.

“A minha presença aqui pretende sinalizar a importância que damos às matas públicas e a sua relação com os espaços urbanos”, realçou, destacando que “as matas devem ser vividas pelas pessoas e era necessário devolver esta em particular aos cidadãos da cidade”.

Manuel Machado, presidente da Câmara Municipal, realçou que “o secretário de Estado mostrou-se sensível aos apelos dos conimbricenses, que utilizam o espaço de forma muito intensa”. O autarca relembrou, contudo, que a operação de limpeza da Mata “não foi possível com uma varinha mágica”, daí o período de interrupção e as “contrariedades que trouxe aos seus utilizadores”.

Miguel Freitas afirmou, ainda, nesta singela cerimónia que “o Governo está a olhar para as matas públicas, pela primeira vez, de uma forma preocupada e de uma perspectiva plurianual”, referindo-se ao plano de investimentos, de quatro anos, “para fazer o que é preciso”. “Este tem de ser um trabalho a prazo, persistente e contínuo de gestão das matas públicas”, notou.

A Mata Nacional do Choupal está sob gestão do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), contudo, admitiu o governante, poderá chegar-se a um acordo para que também a autarquia possa fazer parte dessa responsabilidade.

O Governo colocou, também, nas matas públicas brigadas de Sapadores Florestais das Comunidades Intermunicipais para a importante missão de “ajudar a proteger a floresta”.

Sec. Estado Florestas - Choupal

O secretário de Estado das Florestas, Miguel Freitas, reabriu a Mata do Choupal ao público, a par chefe de divisão do ICNF, Rui Rosmaninho; do presidente da Câmara Municipal Manuel Machado e da vereadora Carina Gomes

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com