Coimbra  23 de Setembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CES-UC recebe 350 000 euros para analisar as representações mediáticas sobre a UE

29 de Julho 2020 Jornal Campeão: CES-UC recebe 350 000 euros para analisar as representações mediáticas sobre a UE

O Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra vai integrar a equipa do projecto europeu de investigação que pretende escrutinar as representações mediáticas sobre a União Europeia.

“MEDIATIZED EU – Mediatized Discourses on Europeanization and Their Representations in Public Perceptions” é o nome deste projecto, financiado pela Comissão Europeia no âmbito do Programa H2020 e liderado pela Dublin City University, e no qual se inclui a equipa de investigação do CES constituída por Maria Raquel Freire (investigadora principal) e Sofia José Santos.

As duas investigadoras irão “desenvolver a análise do estudo de caso português, comparando-o com outras paisagens políticas e mediáticas europeias, e co-coordenar a área da disseminação e comunicação do projecto”, revela o CES.

O “MEDIATIZED EU” parte de duas premissas fundamentais: “a primeira, que os media desempenham um papel central na construção da realidade, influenciando a forma como esta é politicamente constituída, encerrando dinâmicas politicamente tão ou mais relevantes do que os próprios processos políticos formais; a segunda reconhece a existência de múltiplas Europas e, subsequentemente, de diferentes narrativas da construção do que significa ‘ser-se europeu’ e do que significa a ‘Europa’ enquanto projecto comum”, nota a Universidade de Coimbra.

Nesse sentido, o “MEDIATIZED EU” “procurará analisar as representações do ‘projecto europeu’ e do conceito e processos de ‘Europeização’ veiculadas pelos media (convencionais e digitais) na Europa, bem como as percepções da opinião pública europeia face a essas mesmas representações”.

O projecto irá, assim, “mapear e analisar os sistemas, processos e dinâmicas políticos, sociais, económicos e legais de informação e desinformação que constroem essas diferentes representações sobre a UE no espaço mediático europeu e compreender as formas através das quais estas são apropriadas, negociadas, cooptadas ou contestadas pela opinião pública das diferentes Europas, dentro da própria Europa”, adianta.

Com início previsto para o final deste ano, o projecto decorrerá ao longo de quatro anos, tendo obtido um financiamento global próximo dos 2,9 milhões de euros, dos quais aproximadamente 350 000 euros estão alocados ao CES para a implementação do projecto ao longo do seu decurso.

Com uma forte componente política e de comunicação, o “MEDIATIZED EU” gerará uma panóplia de resultados dirigidos a várias audiências, entre outros, artigos científicos, livros e capítulos de livros, recomendações políticas e de boas-práticas, podcasts, website, artigos de opinião ou currículos do ensino superior.