Coimbra  15 de Outubro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Cernache: Loureiro quer criar escola do brinquedo popular

14 de Dezembro 2018

A salvaguarda de um espólio constituído por dezenas de brinquedos tradicionais populares é um projecto que está a ser desenvolvido pela Associação Desportiva e Recreativa do Loureiro (ADRL), na freguesia de Cernache, Coimbra.

A iniciativa vai ser apresentada no colóquio “O brincar e o brinquedo, no quotidiano e na História”, que decorrerá, de manhã, na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra e, de tarde, na sede da Associação Desportiva e Recreativa do Loureiro.

Um dos objectivos passa por consciencializar o poder autárquico (Junta de Freguesia e Câmara Municipal de Coimbra) acerca do potencial educativo e psico-social da Escola do Brinquedo Popular, de modo a que as entidades se disponibilizem e disponham a prestar todo o apoio necessário para a sua concretização, designadamente a cedência de um espaço condigno na Escola Primária do Loureiro, actualmente devoluta.

Trata-se de dar “passos significativos no sentido de concretizar um projecto comunitário da população do Loureiro, liderado pela ADRL, assente numa aspiração que remonta aos finais dos anos 80 do séc. XX, e que consiste em salvaguardar condignamente um espólio constituído por dezenas de brinquedos tradicionais populares e respectiva documentação, resultante de diversas dinâmicas que desde aquela época se têm vindo a concretizar na e pela comunidade”.

Pretende-se, igualmente, “dar a conhecer o espólio material, criando condições e possibilidades não só para a sua preservação, mas também para o seu enriquecimento e dinamização com acções que tenham como destinatários preferenciais as crianças do primeiro ciclo, professores e educadores e a população idosa”.

A exposição “Brinquedos Populares: Um Património Cultural inspirador a preservar” abrirá, pelas 14h30, na Associação Desportiva e Recreativa do Loureiro, seguindo-se a conferência “Brinquedos Populares: seu valor cultural e pedagógico”, por João Amado, professor da Faculdade de Psicologia e Ciência da Educação (FPCE) da UC e da ADRL, a apresentação do projecto Escola do Brinquedo Popular e uma sessão demonstrativa da construção de brinquedos populares.

O colóquio “O brincar e o brinquedo, no quotidiano e na história” inicia-se, pelas 09h15, na FPCE da Universidade de Coimbra, e tem como objectivo dar a conhecer a investigação que se realiza, em torno do património cultural (material e imaterial) das infâncias, em diversas partes do mundo (designadamente, Norte de África, Brasil e Portugal).

Pretende, igualmente, “destacar o valor educativo e psicossocial do conhecimento, preservação e reactivação dos brinquedos tradicionais populares (os brinquedos realizados pelas crianças, no convívio entre si, no contacto com a natureza e sob inspiração de uma herança transmitida por gerações anteriores)”.

Outro dos objectivos passa por “complementar o direito a brincar, consignado nos normativos internacionais e na legislação nacional, com o direito das crianças a fazerem os seus próprios brinquedos (em oposição ao sedentarismo, ao individualismo, ao isolamento social e ao consumismo)”.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com