Coimbra  25 de Fevereiro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Cernache: Colégio desafia recorde mundial de cavaquinhos

9 de Junho 2017 Jornal Campeão: Cernache: Colégio desafia recorde mundial de cavaquinhos

O Colégio da Imaculada Conceição (Cernache) vai tentar bater, sábado (10), pela terceira vez consecutiva, o recorde mundial de cavaquinhos (música).

O desafio terá início ao começo da tarde de 10 de Junho, sendo necessários 1 000 instrumentos.

O evento conta com as presenças dos músicos Daniel Pereira e Júlio Pereira e de várias entidades ligadas à produção musical.

O Colégio da Imaculada Conceição – CAIC possui com meta bater o seu próprio máximo, já que em 2015 foi alcançado um recorde mundial com a presença de 504 cavaquinhos e em 2016 houve outro com 803 instrumentos.

“O recorde do Guinness nunca foi um objectivo; é, sobretudo, um pretexto para juntar pessoas em torno da música portuguesa e do cavaquinho; se houver recorde, trata-se de um bónus ”, assinala o professor de música Rui Pinto.

No CAIC, todos os alunos podem aprender a tocar o instrumento português desde 2005.

O cavaquinho foi inserido no programa de educação musical do quinto ano para que os jovens tivessem uma alternativa à flauta de bisel.

Em 2017 há 360 alunos a tocar cavaquinho, tratando-se do instrumento que mais atenção capta.

“Era necessária uma alternativa à flauta, os alunos estavam cansados do mesmo instrumento; o ensino do cavaquinho foi a forma que criámos para promover a música tradicional portuguesa e a nossa cultura”, acentua Rui Pinto.

A Associação Cultural – Museu Cavaquinho, gerida pelo músico, Júlio Pereira, associou-se à edição de 2017 de CAICavaquinho.

Na tarde de 10 de Junho, haverá uma autêntica celebração do instrumento português, com a presença de vários músicos, entre eles Daniel Pereira Cristo, Luís Silva, João Matos, Xico Malheiro, Gonçalo Sérgio Silva, Paulo Roxa, João Vila e Chico Gouveia.