Coimbra  15 de Outubro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CEARTE encerra comemorações dos 30 anos no Convento S. Francisco

6 de Junho 2017

O Centro de Formação Profissional para o Artesanato e Património (CEARTE) celebra, esta quarta-feira (07), o seu 30.º aniversário, com uma cerimónia de encerramento das festividades no Convento de São Francisco, em Coimbra.

Criado em 1986, o CEARTE é um centro de gestão participada, com apoios do Instituto do Emprego e Formação Profissional e da Cáritas Diocesana de Coimbra.

São os últimos 30 anos, de crescimento contínuo, que o Centro vai festejar já amanhã, numa festa que terá início pelas 10h00, na antiga Igreja do Convento de São Francisco.

A cerimónia pretende “assinalar o relevante trabalho desta instituição na área da qualificação e valorização dos artesãos portugueses e, desse modo, na afirmação do artesanato e do património, enquanto elementos fundamentais para a afirmação do território, para o desenvolvimento sustentado do tecido económico e social, para a criação de emprego e riqueza e para a defesa e projecção da identidade de cada região e do país”, sublinha Luís Rocha, director do CEARTE.

Do programa faz parte uma visita às exposições “30 anos do CEARTE”, “StartUps no artesanato”, “Empreendedorismo social e criativo” e “Produções Artesanais Certificadas”. Seguem-se os testemunhos de ex-formanda em diversos cursos e também de parceiros do Centro ao longo destas décadas.

Antes de um momento musical protagonizado pelo Conservatório de Música de Coimbra, decorrerá a apresentação do livro “CEARTE 30 anos”.

A sessão solene, com início marcado para as 11h45, deve contar com as intervenções de Paulo Teles Marques, presidente do Conselho de Administração do CEARTE; padre Luís Costa, presidente da Cáritas Diocesana de Coimbra; Rosa Reis Marques, vice-presidente da Câmara Municipal de Coimbra; João Ataíde, presidente da CIM Região de Coimbra; Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal; Ana Abrunhosa, presidente da CCDRC; e de António Valadas da Silva, presidente do IEFP.

O encerramento espera-se que fique a cargo do ministro da Cultura, Luís Filipe de Castro Mendes (ainda a confirmar).

Antes do almoço de confraternização, servido pelos cursos de restauração do CEARTE, realiza-se um desfile de moda têxtil artesanal “Recriar Tradições”.

Nestas comemorações está prevista a participação de mais de 300 pessoas, entre representantes de entidades oficiais da região, membros dos órgãos sociais do CEARTE, mas, também, de formandos actuais e ex-formandos.

À noite, pelas 21h30, “e com o objectivo de dar a conhecer a toda a cidade uma parte do trabalho do CEARTE”, irá decorrer um desfile de moda, com 40 coordenados concebidos e executados na formação do CEARTE, alguns dos quais vencedores de prémios nacionais e internacionais, que se realiza no âmbito da Feira Cultural, no Parque Verde de Coimbra.

Para sexta-feira (09), pelas 10h30, no Museu da Água, está prevista a realização de um colóquio, sob o tema “Apoios ao Artesanato”, que vai contar com diversas intervenções de representantes do CEARTE, da Câmara Municipal de Coimbra e do IEFP.

Com sede em Coimbra, o Centro tem polos de formação em Miranda do Corvo e Alvaiázere, estruturas a partir das quais desenvolve uma relevante actividade em todo o país no sector do artesanato, do património e das indústrias culturais e criativas, envolvendo cerca de 4 500 formandos por ano, através de um trabalho em rede traduzido em mais de uma centena de parcerias com associações de artesãos e de desenvolvimento, associações de índole cultural, autarquias e universidades, entre outras.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com