Coimbra  21 de Julho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CEARTE assina protocolo com parceiros da Costa do Marfim

15 de Setembro 2017

O Centro de Formação Profissional do Artesanato (CEARTE) assinou, hoje, um protocolo com duas associações da Costa do Marfim, com o objectivo de trocar experiências e promover o intercâmbio de “artes e ofícios”.

O acordo foi celebrado pelo CEARTE, Fundação Fatou Sylla e pela Associação Empresarial de Países Lusófonos, terá a duração de quatro anos e possibilidade de continuidade.

A parceria prevê “apoiar o sector do artesanato dos diversos países e a desenvolver relações económicas e instituições”, através de uma série de iniciativas a realizar nos dois países.

A troca de experiências, a partilha de metodologias entre países, artesãos e instituições, mas, também, a promoção de relações económicas e sinergias e o desenvolvimento de actividades internacionais são os principais objectivos.

“Este não é um mero protocolo de intenções, há coisas já pensadas e que se irão concretizar de facto”, explicou Luís Rocha, director do CEARTE, na cerimónia de assinatura.

Paulo Teles Marques adiantou que outros dos propósitos é “promover o escoamento de produtos portugueses e africanos em locais onde a Fundação e a Associação têm os seus contactos”.

Já Gonçalo Terenas, comissário executivo da Associação Empresarial, afirmou que a escolha do CEARTE como parceiro aconteceu porque o Centro é “o que melhor pensa o artesanato e pode responder aos objectivos pretendidos” e que podia ajudar na componente da formação para os artesãos africanos, já que a Fundação quer apostar na internacionalização.

Fatou Sylla disse ser “um grande prazer” marcar presença nesta cerimónia, que espera que traga “grande projecção” à sua Fundação.

Para Luís Rocha, esta parceria “é uma abertura de fronteiras para a promoção do artesanato português, uma excelente oportunidade, também para partilhar a experiência da formação com os artesãos da Costa do Marfim”, além de permitir “aprender com a especificidade do seu artesanato”.

Agendadas estão já duas iniciativas, quer em Portugal como na Costa do Marfim. Em 2018, na cidade de Abidjan, o CEARTE, artesãos e instituições portuguesas vão marcar presença no SIP (Salão Internacional Português). Em Portugal, também em 2018, estará presente artesanato, gastronomia e diversos ofícios tradicionais da Costa do Marfim na Feira Internacional de Artesanato (FIA), em Lisboa.

Este protocolo foi assinado por Paulo Tavares, presidente do Conselho de Administração do CEARTE; por Fatou Sylla, da Fundação, e por Gonçalo Terenas, da Associação Empresarial de Países Lusófonos, no âmbito da visita oficial do Presidente da República da Costa do Marfim a Portugal para a participação no Fórum Económico Portugal / Costa do Marfim.

Paulo Teles Marques, Fatou Sylla e Gonçalo Terenas

Paulo Teles Marques, Fatou Sylla e Gonçalo Terenas

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com