Coimbra  27 de Maio de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CDU estranha “chumbo” de moção pró-Feira dos 23

29 de Abril 2019

A CDU estranha que a Assembleia da UF de S. Martinho do Bispo e Ribeira de Frades haja rejeitado, sábado (27), uma moção a preconizar a reabilitação do recinto da Feira dos 7 e dos 23.
O documento, com o respaldo de mais de 300 assinaturas recolhidas entre feirantes e utilizadores daquele espaço, vai ser entregue, hoje, à Mesa da Assembleia Municipal de Coimbra.
Segundo o autarca Adelino Lopes, “a justificação” dada para a rejeição foi “de que é necessária mais informação”, algo que ele considera inaceitável alegando o seguinte: “para além de os funcionários da Junta estarem presentes na Feira, supõe-se que os elementos do executivo da UF conheçam esta realidade”.
A moção foi «chumbada» com votos desfavoráveis dos representantes do PS e da coligação “Mais Coimbra”, tendo-se abstido o autarca do movimento Cidadãos por Coimbra (CpC) e estado ausente a autarca do movimento “Somos Coimbra”.
Para Adelino Lopes, é “do conhecimento geral a Feira não reunir condições para as pessoas que a frequentam”, por possuir “um espaço desordenado e desregulado”, cujo pavimento se transforma “num pântano no Inverno e num mar de poeira no Verão”.
A CDU considera ser urgente assegurar “a melhoria das condições” do referido recinto “de modo a que vendedores e compradores, cidadãos de Coimbra e dos arredores possam usufruir de um espaço mais higiénico, mais seguro e mais funcional”.