Coimbra  28 de Novembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CCDRC tem candidatura aprovada para aplicar Fundo para uma Transição Justa

25 de Novembro 2021 Jornal Campeão: CCDRC tem candidatura aprovada para aplicar Fundo para uma Transição Justa

O Banco Mundial aprovou uma candidatura da Comissão e Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) destinada a desenhar apoios para financiar a inovação no âmbito do Fundo para uma Transição Justa.

De acordo com a CCDRC, este Fundo foi criado “no contexto da política de coesão para fazer face aos custos sociais, económicos e ambientais da transição para uma economia circular e com impacto neutro no clima”.

Esta linha de trabalho, “desenvolvida pelo Banco Mundial em parceria com a Direcção Geral de Política Regional (DG REGIO) da Comissão Europeia, procura ajudar as autoridades de gestão de fundos europeus, através de consultores especializados, na monitorização e avaliação de impactos na política europeia de investigação e inovação (Especialização Inteligente-RIS3)”, disse a CCDRC, acrescentando que “o principal objectivo é contribuir para o desenho de instrumentos mais eficazes, através da antecipação dos resultados que poderão alcançar”.

O Fundo para uma Transição Justa vai ter uma dotação de 90 milhões de euros no Programa Operacional Regional do Centro 2021-2027, estando focado na mitigação dos efeitos económicos e sociais do encerramento da Central a Carvão do Pego e no apoio à transição energética de empresas localizadas nas regiões de Aveiro, Coimbra e Leiria. É com orgulho que vemos esta candidatura da CCDRC ser aprovada, tendo sido selecionada entre 24 propostas a nível europeu”, disse a presidente da CCDRC, Isabel Damasceno.

A primeira fase deste projecto consiste num workshop intensivo, que vai decorrer em Janeiro de 2022, durante o qual os 11 candidatos seleccionados receberão formação e apoio para o desenvolvimento da metodologia de avaliação de impacto.