Coimbra  25 de Maio de 2022 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Casa do Cinema em Coimbra celebra Dia do Cineclube

12 de Abril 2022 Jornal Campeão: Casa do Cinema em Coimbra celebra Dia do Cineclube

O Dia do Cineclube celebra-se no próximo dia 14 de Abril e de forma a enaltecer a importância deste dia a Casa do Cinema de Coimbra preparou um programa especial.

Neste dia a Casa do Cinema de Coimbra dará a todos os cineclubistas o acesso às sessões, na condição de associado dos Caminhos do Cinema Português. Os interessados deverão comprovar a sua filiação e quotização em dia, tendo acesso ao bilhete a dois euros.
A programação deste dia começa às 15h00 com “Monstros Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore”, de David Yates (142′), um filme para o grande público. Segue-se às 18h00, “A Flor”, de Mariano Llinás (96′). Esta obra argentina tem, no total 808 minutos, sendo o 3.º filme mais longo do mundo. Na sessão da Noite é exibido o filme “O Poder do Cão”, de Jane Campion (126′), distinguido com o Óscar de Melhor Realização.

O Dia do Cineclube homenageia o movimento associativo dedicado à promoção da cultura cinematográfica. Sendo o Cineclubismo em Portugal, segundo Henrique Espírito Santo, o maior movimento cultural de massas pré-25 de Abril, isso deve-se ao seu importante contributo social, educacional e cultural através da tela.

Esse contributo foi construído em combate contra a repressão, contra a censura e contra a centralização que o país promoveu até ao início do último quartel do Séc. XX. Assim, é também graças ao cineclubismo que se iniciou a descentralização da oferta cinematográfica abrindo a sua acção ao maior número de pessoas e lugares. É nesses espaços de partilha e paixão pela sétima arte que se tem acesso a uma oferta cultural mais vasta e enriquecedora, complementada pelos debates e conversas em sala, bem como pela criação dos primeiros festivais e oficinas de formação por todo o país. Essas foram importantes bases que permitiram que cineclube seja reconhecido como um sinónimo de uma programação livre e desinteressada em prol da participação do público em momentos de reflexão colectiva.