Coimbra  17 de Maio de 2022 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Casa do Cinema de Coimbra com semana cheia de espectáculos

12 de Abril 2022 Jornal Campeão: Casa do Cinema de Coimbra com semana cheia de espectáculos

A Casa do Cinema de Coimbra tem, para esta semana, um programa recheado de espectáculos.

Para hoje, dia 12, acontece, pelas 21h30, a Sessão ‘Monstros Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore’, de David Yates (2022). Professor Albus Dumbledore (Jude Law) descobre que o poderoso feiticeiro Gellert Grindelwald (Mads Mikkelsen) está a tentar assumir o controlo do wizarding world. Incapaz de o deter sozinho, ele confia no Magizoologista Newt Scamander (Eddie Redmayne) para liderar uma equipa de feiticeiros, bruxas e um corajoso Muggle numa perigosa missão, onde encontram antigos e novos monstros e colidem com a crescente legião de seguidores de Grindelwald. Mas com tudo em jogo, quanto tempo conseguirá Dumbledore ficar à margem?

Amanhã, pelas 15h00 e pelas 18h00, decorre novamente a sessão ‘Monstros Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore’. Pelas 21h30 é a vez da Sessão Blue House | Festival EPICENTRO 2022. O Festival Epicentro 2022 é um evento anual criado pela BLUE HOUSE que se foca nos artistas e expressões culturais da Região Centro. Pretende funcionar como um sismógrafo musical, fazendo um ponto de situação do que se faz na região, tomando o pulso, de forma contextualizada, à efervescência do momento emergente e à valorização de nomes consagrados. O seu foco é a música, mas este é integrador de outras disciplinas, lançando desafios para reflexões e intervenções ligadas à literatura, cinema, teatro e artes plásticas.

Nesta sessão é exibido o filme ‘Tecla Tónica’ de Eduardo Morais. Tecla Tónica é um olhar sobre a história da música electrónica portuguesa, desde os seus primórdios na década de 1960 até ao panorama actual. Este filme de Eduardo Morais, autor de vários documentários sobre música, alicerça-se em intervenções preciosas de alguns notáveis, tais como DJ Vibe, Vítor Rua ou José Cid. Uma oportunidade para se redescobrir a alquimia da pop electrónica nacional.

No dia 14, pelas 15h00, é exibido novamente ‘Monstros Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore’, de David Yates (2022), e pelas 18h00 ‘A Flor’ (parte 4), de Mariano Llinás (2018).

La Flor é um complexo narrativo composto por seis episódios independentes e sucessivos. O ponto de união entre eles é que em cada um e nessas histórias actuam as mesmas quatro actrizes: Pilar Gamboa, Elisa Carricajo, Laura Paredes e Valeria Correa. O universo dessas ficções é radicalmente diferente de um episódio para o outro e essa diferença extrema é premeditada. Também as personagens que as quatro actrizes representam em cada uma essa diversidade. Pilar Gamboa pode ser feiticeira no primeiro, uma cantora pop no segundo, uma espiã muda no terceiro, ela mesma no quarto, um personagem secundário quase invisível no quinto, antes de reaparecer como um prisioneiro que escapa dos vagões cobertos dos Pampas selvagens do Século 19 no sexto. O mesmo se aplica às outras actrizes. Cada uma salta de um universo fictício para outro, como num baile de máscaras.

Ás 21h30 é a vez de ‘O Poder do Cão’, de Jane Campion (2021). O ano é 1925 e os irmãos Burbank são proprietários de um rancho em Montana. No restaurante Red Mill, a caminho do mercado, os irmãos conhecem Rose, a proprietária viúva, e o seu filho impressionável Peter. Phil comporta-se de forma tão cruel que leva ambos às lágrimas, divertindo-se com a dor e fazendo os seus companheiros rirem – todos, excepto o seu irmão George, que conforta Rose, e que volta mais tarde para se casar com ela. Enquanto Phil oscila entre a fúria e a astúcia, a sua provocação a Rose toma uma forma misteriosa – surgindo nos cantos da sua visão, assobiando uma música que ela não consegue tocar ao piano. A troça que faz ao seu filho é mais aberta, amplificada pelos aplausos dos discípulos vaqueiros de Phil. É então que Phil parece colocar o rapaz sob sua alçada.

No dia 16, pelas 15h00 acontece ‘Monstros Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore’, de David Yates (2022), pelas 18h00 ‘O Poder do Cão’, de Jane Campion (2021) e pelas 21h30 ‘Esquecido’, de Daria Onyshchenko (2019). Uma professora de língua ucraniana e um estudante adolescente rebelde, ambos da cidade de Luhansk, no leste do país, apaixonam-se durante a época tumultuada da ocupação da cidade por separatistas pró-russos. Nina é uma professora de língua ucraniana que não pode deixar a sua cidade ocupada por separatistas no leste da Ucrânia. Andrii, 17 anos, é um estudante que ficou órfão depois da guerra.

No dia 16, pelas 15h00 decorre Filminhos Infantis à Solta Pelo País – Abril.

Este mês inicia-se com a história de uma raposa solitária que improvisa a paternidade para um filhote recém-nascido. De seguida é exibida a peça “O Capuchinho Vermelho”, num teatro representado pela família da Miriam. Em stop-motion, chega depois um filme sobre a improvável amizade entre um cão e um gato. Mais tarde, nos bosques, uma menina torna-se amiga de um dragão e um coelho gigante dá uma verdadeira lição a três bullies que maltratam os outros animais. Ainda há tempo para um tigre acabar no interior de uma estação espacial ocupada por um astronauta e o seu peixe dourado e finalizarmos às gargalhadas com um pássaro verde, que faz de tudo para conseguir chocar um ovo.

Nesta sessão serão exibidos:

  1. A Raposa e o Pássaro | Suíça, Bélgica :: 2019
  2. As Aventuras de Miriam: O Teatro | Estónia :: 2007
  3. A História do Cão e do Gato | Suíça, Alemanha :: 2011
  4. O Dragão e a Música | Suíça :: 2012
  5. Big Buck Bunny | Holanda :: 2008
  6. Astronautas | França :: 2017
  7. Pássaro Verde | França :: 2017

 

Às 16h acontece ‘A Cruzada’, de Louis Garrel (2021). Abel (Louis Garrel) e Marianne (Laetitia Casta) descobrem que o seu filho Joseph, de 13 anos, vendeu em segredo os seus bens mais preciosos. Joseph não é o único – em todo o mundo, centenas de crianças uniram forças para financiar um projeto misterioso. A sua missão é salvar o planeta. Já pelas 18h00 é a vez de ‘Esquecido’, de Daria Onyshchenko (2019). Às 21h30 acontece ‘O Poder do Cão’, de Jane Campion (2021).