Coimbra  12 de Abril de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Casa do Cinema de Coimbra apresenta ciclo dedicado ao cineasta iraniano Jafar Panahi

24 de Maio 2023 Jornal Campeão: Casa do Cinema de Coimbra apresenta ciclo dedicado ao cineasta iraniano Jafar Panahi

Jafar Panahi foi condenado a seis anos de prisão e recebeu uma proibição de filmar durante 20 anos por ter expressado apoio Mir Hussein Mussavi, o candidato da oposição nas eleições presidenciais de Junho de 2009

 

Está em exibição, na Casa do Cinema de Coimbra, até o dia 7 de Junho, um ciclo especial dedicado ao renomado realizador iraniano Jafar Panahi, intitulado “PANAHI: irreverência sob caução”. Promovido pelo Centro de Estudos Cinematográficos e integrado no programa da Queima das Fitas, o ciclo tem como propósito central estimular a reflexão acerca da liberdade de expressão, direitos humanos e justiça social, estabelecendo um elo entre a celebração simbólica da liberdade na Queima das Fitas e a luta pessoal de Panahi pela liberdade artística e de expressão.

Vivendo num regime totalitário e profundamente religioso, Jafar Panahi tem enfrentado constantes restrições à sua liberdade civil e artística. O cineasta retrata poeticamente o Irão contemporâneo, sempre com uma crítica sociopolítica subjacente, como se pode observar nos seus filmes, tais como “Táxi”, “3 Rostos” e “Ursos Não Há”.

“3 Rostos”:

Domingo, 28 de Maio, às 21h30 (Casa do Cinema de Coimbra)

Quarta-feira, 31 de Maio, às 16h00 (Auditório Salgado Zenha)

“Ursos Não Há”:

Domingo, 4 de Junho, às 21h30 (CCC)

Quarta-feira, 7 de Junho, às 16h00 (ASZ)