Coimbra  28 de Outubro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Carlos Robalo Cordeiro é reeleito director da Faculdade de Medicina da UC

12 de Outubro 2021 Jornal Campeão: Carlos Robalo Cordeiro é reeleito director da Faculdade de Medicina da UC

Carlos Robalo Cordeiro, Professor catedrático e pneumologista, acaba de ser reeleito, por unanimidade, director da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC) para o biénio 2021-2023.

Desta forma, o então eleito director da FMUC dá continuidade ao Plano de Acção (PA) que sustentou a candidatura apresentada em 2019, o qual incide em quatro áreas estratégicas: Ensino e Formação, Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico, Prestação de Serviços, Gestão, Organização e Recursos, Relações Institucionais, Parcerias e Internacionalização.

Apesar de todos os constrangimentos relacionados com a pandemia que marcaram fortemente o anterior mandato, Carlos Robalo faz um balanço positivo. “A pandemia acabou por constituir uma aprendizagem para todos nós. Apesar de muitos projectos terem sido adiados, assistimos a uma verdadeira onda de coesão e solidariedade que se fez notar nas mais variadas ocasiões. O corpo docente, assim como toda a Escola, tudo fez para minimizar os danos e não colocar em causa o plano formativo dos estudantes, ainda que tenham sido suspensas temporariamente as aulas práticas de medicina que envolviam contacto com doentes. Assistimos a uma enorme mobilização dos estudantes da Faculdade de Medicina, que, em colaboração com o Departamento de Saúde Pública da Administração Regional de Saúde do Centro (ARS Centro), deram apoio na realização de inquéritos epidemiológicos. Os últimos anos colocaram-nos à prova, não só a nível profissional, mas também humano”, afirma.

Além de Professor catedrático, Carlos Robalo Cordeiro é também director do Serviço de Pneumologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra e presidente eleito da Sociedade Respiratória Europeia (European Respiratory Society – ERS), a maior sociedade científica global dedicada à investigação e formação em torno das patologias respiratórias.

Especialista em pneumologia, possui uma carreira marcada por inúmeras distinções nacionais e internacionais, como os prémios Thomé Villar (1988, 1993, 1998 e 2013) e AstraZeneca (2008) da SPP; Morgagni Award, da Associazione Morgagni Malattie Polmonari, de Itália (2009), personalidade do Ano da Fundação Portuguesa do Pulmão (2011), membro Honorário da Sociedade Nacional Romena de Pneumologia (2018) e Medalha de Ouro da Sociedade Portuguesa de Pneumologia (2018).