Coimbra  13 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Cáritas de Coimbra partilhou desafios e oportunidades do sector social na pandemia

30 de Novembro 2020 Jornal Campeão: Cáritas de Coimbra partilhou desafios e oportunidades do sector social na pandemia

Convidada pela Fi Group Portugal, Carina Dantas, da Cáritas de Coimbra, participou no dia 20 de Novembro numa videoconferência focada no tema Saúde 2021/2023: desafios e oportunidades de financiamento, partilhando as principais necessidades e desafios que surgiram no sector social causadas pela pandemia da covid-19, bem como as oportunidades para amenizar o impacto da mesma.

Fizeram também parte do painel de oradores: Isabel Rocha, pró-Reitora na Universidade Nova de Lisboa; Andreia Jesus, Funding Manager na Glintt; Patrícia Calado, National Contact Point for Health in Horizon 2020 e Marta Bento, Head of Strategic Planning and Innovation na CUF. A moderação ficou a cargo de António Valente, director Comercial na FI Group Portugal.

Segundo a Cáritas de Coimbra, Carina Dantas começou por relevar que a pandemia constitui uma oportunidade para tentar resolver os problemas que já existiam antes, mas que foram agora postos a descoberto. Considerou também a interligação que existe entre cuidados sociais e cuidados de saúde e de que forma não devem ser dissociados. Do ponto de vista da representante da instituição, deve ser feito um trabalho muito mais intenso na prevenção, que considera ser uma das principais necessidades actuais, não só na área da saúde mas também na social.

O tema das tecnologias ao serviço dos serviços sociais e de saúde foi também abordado na videoconferência, tendo Carina Dantas referido a problemática sobre a utilização dos dados da população e questões relacionadas com literacia digital, de saúde e actualmente a necessidade de maior literacia de dados.

Quando questionada sobre a aproximação das tecnologias ao mercado, Carina Dantas referiu o trabalho realizado na Cáritas de Coimbra relacionado com projectos de robótica, avatares, plataformas para utentes e cuidadores, nos cerca de 25 projectos, a maioria deles com alguma componente tecnológica em que a organização está a participar no momento.

“Também a SHAFE, Rede Europeia de Stakeholders, que se encontra a trabalhar com a ambição de chamar a atenção dos responsáveis políticos, organizações e cidadãos para a necessidade de um alinhamento entre a saúde, apoio social, ambientes amigáveis e as Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC), tanto a nível de políticas como de financiamento, foi referida por Carina Dantas como um modelo importante de integração de diferentes stakeholders numa estratégia global de trabalho conjunto”, afirmou a Cáritas.

Os interessados podem assistir à videoconferência em  https://www.youtube.com/watch?v=XtrCnG5AuNw&feature=youtu.be.

 

Cáritas de Coimbra vai participar como oradora na conferência DSAI 2020

Carina Dantas, do Departamento de Inovação da Cáritas de Coimbra, foi convidada como keynote speaker na DSAI 2020 – 9.ª Conferência Internacional sobre Desenvolvimento de Software e Tecnologias para Aumentar a Acessibilidade e Combater a Infoexclusão (9th International Conference on Software Development and Technologies for Enhancing Accessibility and Fighting Info-exclusion) que vai realizar-se de 02 a 04 de Dezembro, em formato online.

O tema apresentado na conferência, no dia 04 de Dezembro, será “Sem desculpas – continuar a investir no bem-estar e na inclusão” darão mote à sua intervenção. A oradora irá apresentar, com base na sua experiência, as razões pelas quais os cidadãos devem estar sempre envolvidos no desenvolvimento de soluções digitais, desde a sua concepção, para que as tecnologias não venham a ficar desfasadas das reais necessidades dos utilizadores.

A directora de Inovação irá também abordar os principais desafios trazidos pela pandemia da covid-19, bem como as oportunidades e as consequências trazidas pela mesma. Segundo Carina Dantas, “a crise pós-pandémica pode constituir uma oportunidade para repensar a necessidade de investir na prevenção, assim como no bem-estar e qualidade de vida”.

Carina Dantas irá, ainda, realçar de que forma os serviços digitais, se implementados de forma correcta, podem combater a solidão, a falta de apoio familiar e contornar o encerramento dos serviços tradicionais, o problema da lotação hospitalar ou até mesmo o receio de ir ao médico de família que a pandemia trouxe à população. Abordará, também, o grande desafio ético que será redefinir o equilíbrio entre as ferramentas digitais e a presença humana. Reforça que “será necessária uma enorme sensibilidade e uma grande consciência social para evoluir na direcção certa e não perder o foco” considerando que “todas as medidas políticas, económicas e sociais devem ter como objectivo final o bem-estar das pessoas e a promoção do bem comum”.

O programa dos três dias da conferência está disponível em http://dsai.ws/2020/programme/.