Coimbra  27 de Novembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Cáritas de Coimbra assinala Dia Mundial do Cuidador Informal com videoconferência

4 de Novembro 2020 Jornal Campeão: Cáritas de Coimbra assinala Dia Mundial do Cuidador Informal com videoconferência

A Cáritas Diocesana de Coimbra vai partilhar as suas experiências em projectos tecnológicos que integram a participação do cuidador informal, numa videoconferência que se vai realizar no dia 05 de Novembro, pelas 14h30.

Este evento pretende assinalar o Dia Mundial do Cuidador Informal e é organizado pela UICISA:E (The Health Sciences Research Unit: Nursing – Unidade de Investigação em Ciências da Saúde da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra – ESEnfC).

A iniciativa tem como tema central “Tecnologias e capacitação do Cuidador Informal” e servirá para partilhar os resultados de investigação de diferentes entidades sobre esta temática.

Flávia Rodrigues, em representação da Cáritas de Coimbra, vai apresentar os projectos SmartworkDAPAS e outros nos quais a entidade está a participar, sob o mote “Tecnologias que ligam as pessoas – integração do cuidador informal”.

Além da Cáritas de Coimbra, fazem também parte do painel os seguintes convidados e respectivos temas:  Paulo Alexandre Ferreira, ESEnfC – “Capacitar para o cuidado: experiência do cuidador informal da pessoa com AVC”; Verónica Coutinho, ESEnfC – “DPOC.SUPORT: desenvolvimento de aplicação para cuidadores informais de doentes portadores de DPOC” e Maria do Céu Nunes e Telma Vidinha, CHUC – Capacitação do cuidador informal.

O evento, com moderação a cargo de Paulo Alexandre Ferreira, da ESEnfC, será gratuito e transmitido na página de Facebook da UICISA:E.

Cáritas participou na conferência digital “Sustainable Places 2020”

A Cáritas Diocesana de Coimbra, representada por Carina Dantas, directora de Inovação, participou no dia 30 de Outubro no workshop “Sustainable Housing Supporting Health and Well-being” (Saúde e bem-estar apoiados pela habitação sustentável), no 4.º dia da conferência digital “Sustainable Places 2020” (Espaços Sustentáveis 2020).

Este workshop reuniu uma selecção de iniciativas apoiadas pela União Europeia (UE), que estão a elaborar soluções inovadoras para apoiar o desenvolvimento e investimento em habitações sustentáveis, de forma a potenciar a saúde e o bem-estar dos seus habitantes. Os representantes dos projectos apresentaram as suas investigações, discutindo e avaliando em conjunto os potenciais desafios que enfrentam.

Carina Dantas apresentou o tema “Ambientes Inteligentes, Saudáveis e Amigáveis – políticas e implementação”, tendo apresentado ao público de que forma um conceito criado se traduz neste momento em diversos projectos internacionais, como o PharaonNet4AgefriendlyHands-on-SHAFESmartworkEU_SHAFE, projectos nacionais como o ACTIVAS e o CR55+ e o trabalho e políticas derivados da rede SHAFE.

De facto, a SHAFE foi o ponto fulcral desta intervenção e está relacionada com um conceito criado em 2017, com base no desejo de implementar Ambientes Inteligentes, Saudáveis e Amigáveis (SHAFE) por toda a Europa, promovendo a ligação entre saúde, apoio social, as tecnologias de informação (TIC) e os espaços construídos. Em 2020, esta Rede de Stakeholders divulgou um Documento de Opinião com recomendações, que visam promover ambientes mais saudáveis para todos os cidadãos e torná-los acessíveis, sustentáveis e alcançáveis para todos, com o apoio das TIC. A SHAFE originou também uma Rede Portuguesa, dedicada a Ambientes Inteligentes, Saudáveis e Amigáveis, actualmente com mais de 70 organizações membros.

O painel foi moderado por Silvia Urra, da TECNALIA, coordenadora do projecto Homes4Life, do qual a Cáritas de Coimbra é membro do Conselho Consultivo. O Homes4Life é uma Acção de Coordenação e Suporte à Comissão Europeia que visa criar um sistema de certificação para casas inteligentes. Contou também com a introdução e uma apresentação final de Irina Kalderon-Libal, Policy Officer da DG CNECT – Comissão Europeia. Os projectos Pharaon e Smartwork foram também aprofundados pelos seus coordenadores – Filippo Cavallo e Charalampos Vassiliou (respectivamente) – durante o workshop.