Coimbra  20 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Capital Europeia da Cultura: Candidatura de Coimbra mobiliza ex-reitor

12 de Outubro 2018

O ex-reitor da UC Fernando Seabra Santos, conotado com o movimento “Somos Coimbra”, é um dos membros do Conselho Consultivo da candidatura da cidade a Capital Europeia da Cultura / 2027.

Terceira maior força política do executivo municipal conimbricense, o movimento cívico não possui representante no grupo de trabalho incumbido pela Câmara local de preparar a candidatura, contrariamente ao PSD (que integrou a coligação “Mais Coimbra”) e à CDU. Do Partido Social-Democrata e da CDU (PCP / “Os Verdes”) têm assento, respectivamente, Nuno Freitas e Manuel Rocha.

Completam aquele grupo de trabalho, coordenado pelo mágico Luís de Matos, Cristina Robalo Cordeiro (professora universitária), Luís Filipe Menezes (vice-reitor da UC) e António Pedro Pita (professor universitário e ex-titular da Direcção Regional do Centro da Cultura).

Alexandre Farto (artista plástico), Amélia Muge (cantora), André Sardet, António Pimentel (director do Museu de Arte Antiga), António Sampaio da Nóvoa (embaixador de Portugal na UNESCO), Clara Andermatt (coreógrafa), Edson Atahyde (publicitário), Fernanda Cravidão (professora universitária), Jorge Castilho (jornalista), José António Bandeirinha (arquitecto e professor universitário), Ludovic Thilly, Miguel Lima (QuebraJazz), Nuno Artur Silva (argumentista), Nuno Mota Pinto (gestor na banca), Pedro Machado (presidente da entidade regional Turismo Centro de Portugal), Pedro Rodrigues (produtor na companhia teatral Escola da Noite), Ricardo Castanheira (membro da Representação Permanente Portuguesa na União Europeia), Ricardo Pais (encenador) e Rui Vieira Nery (director do Programa de Língua e Cultura Portuguesa da Fundação de Calouste Gulbenkian) são outras individualidades com assento no sobredito Conselho Consultivo.

A candidatura conimbricense também vai possuir um Conselho Cultural Regional, tendo presente o apoio manifestado pela Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra (composta por 19 concelhos).

Luís de Matos indicou que o Conselho Consultivo irá abranger outras pessoas, funcionando como “plataforma de debate de ideias e de discussão de pontos de vista” e visando contribuir para “a riqueza da proposta sonhada como ganhadora”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com