Coimbra  20 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Cantanhede: Tilray com acordo para exportar canábis para a Alemanha

21 de Agosto 2019

A empresa Tilray, instalada em Cantanhede, anuncia que chegou a acordo para exportar o primeiro carregamento de canábis medicinal para a Alemanha, um contrato de fornecimento que ascende aos cerca de três milhões de euros.

A Tilray tem como parceira a Cannamedical Pharma GmbH, que pretende “aumentar a distribuição de produtos de canábis medicinal para pacientes alemães”, revela a empresa com sede em Cantanhede, adiantando que este é “um importante marco, uma vez que permite ao ‘campus’ em Portugal aumentar a sua produção para exportação no segundo semestre de 2019”.

Pioneira mundial em pesquisa, cultivo, produção e distribuição de canábis medicinal, a Tilray irá realizar esta operação de já durante este Outono, sendo a primeira do género a ser executada na subsidiária portuguesa da Tilray.

“Este é um significativo marco para a Tilray, pois representa um crescimento da nossa capacidade de resposta para os mercados internacionais e a capacidade de gerar receita a partir do nosso campus na União Europeia até o final de 2019”, disse o director executivo da Tilray, Brendan Kennedy. “Acreditamos que o espaço com tecnologia de ponta para o cultivo e processamento, com 2,5 milhões de pés quadrados, que temos na Europa é um factor de diferenciação importante, que nos permitirá reduzir custos e melhorar as margens, protegendo-nos contra riscos regulatórios”.

A Cannamedical, fundada em 2016 em Colónia, na Alemanha, está licenciada e certificada pelo GDP (Good Distribution Practice) para importar e distribuir produtos de canábis medicinal de alta qualidade. A empresa privada é um fornecedor independente e líder de produtos de canábis medicinal, fornecendo 2 500 farmácias e clínicas em toda a Alemanha.

“Na Cannamedical Pharma estamos comprometidos em ajudar médicos, especialistas e farmacêuticos a melhorar a qualidade de vida dos seus pacientes”, afirma o CEO da Cannamedical, David Henn.

“Os produtos da Tilray passaram pelos nossos rigorosos padrões de controlo de qualidade e estamos entusiasmados por ter encontrado um parceiro capaz de fornecer produtos de canábis medicinal para utilizar nas nossas marcas da Cannamedical. Estamos ansiosos para aumentar a disponibilização dos nossos produtos aos pacientes que deles necessitam em todo o país”.

“Temos o prazer de assinar um contrato com um parceiro que partilha o compromisso da Tilray com a qualidade, a segurança e o acesso dos pacientes”, afirma Sascha Mielcarek, directora executiva da Tilray para a Europa. “Esta exportação inicial para a Alemanha será a primeira de muitas do nosso ‘campus’ em Portugal, assim como para outros mercados europeus e fora da Europa”.

A fábrica de Cantanhede é a primeira em território nacional de produção de canábis medicinal, devendo assegurar 200 postos de trabalho até ao final do ano e representa um investimento total de 20 milhões de euros.

Para além dos cinco hectares de cultivo interior e exterior e um ‘campus’ em Cantanhede, a Tilray arrendou recentemente 20 hectares de terras à empresa agrícola do Esporão, no concelho de Reguengos de Monsaraz, para produzir canábis medicinal.

O projecto da Tilray, cujo investimento a empresa se escusou a revelar, é o terceiro de produção de canábis medicinal a ser divulgado oficialmente para o Alentejo, estando anunciado um para Aljustrel (Beja), da empresa RPK Biopharma, da sociedade canadiana Flowr, e previsto outro para Campo Maior (Portalegre), da empresa Sababa Portugal.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com