Coimbra  22 de Setembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Cantanhede recebe concerto de jazz no Multiusos de Febres

3 de Setembro 2021 Jornal Campeão: Cantanhede recebe concerto de jazz no Multiusos de Febres

O Multiusos de Febres, no concelho de Cantanhede, vai acolher, a 10 de Setembro, pelas 21h00, um concerto de jazz da cantora Jacinta.

A artista vai ser acompanhada pelo Ensemble Sinfónico, orquestra formada por músicos das filarmónicas Ançanense, Marialva de Cantanhede, de Covões e da Associação Musical da Pocariça, juntamente com os oriundos das 14 bandas dos concelhos da Figueira da Foz e Soure.

Este é o primeiro espectáculo que a artista vai realizar no âmbito do “HAPPY JAZZ – A Música que nos Une” e que será replicado no Centro de Artes e Espetáculos da Figueira da Foz e na Praça da República de Soure, nos dias 11 e 12 de Setembro, respectivamente.

A entrada é livre, mas limitada aos 300 lugares sentados no Multiusos de Febres, e sujeita à apresentação de bilhete que pode ser levantado a partir de segunda-feira (6), nas instalações da Escola Conde Ferreira, sendo obrigatório o uso de máscara. Para além disto, haverá controlo de temperatura na entrada e orientação ordenada no processo de entrada e saída.

O Ensemble Sinfónico é uma das vertentes do projecto concebido no âmbito de uma candidatura à “Programação Cultural em Rede”, através da Comunidade Intermunicipal Região de Coimbra. O objectivo passa por promover o desenvolvimento artístico dos instrumentistas no campo do jazz com a realização de um estágio intensivo, que decorrerá de 6 a 10 de Setembro sobre direcção do maestro Claus Nymark.

Os espectáculos a realizar nos concelhos de Cantanhede, Figueira da Foz e Soure com Jacinta representam o culminar desse processo que contempla o ensaio dos arranjos musicais realizados para o efeito pelo músico, compositor e arranjador Rodrigo Neves. Um dos momentos altos do evento será a estreia mundial de “Jazz Roots”, tema encomendado no âmbito do “HAPPY JAZZ – A Música que nos Une” a César Cardoso, compositor de referência nacional que é também responsável pela orquestração em formato sinfónico, para que, após a estreia, possa ser interpretada pelos colectivos de todas as bandas envolvidas no projecto.

 

 

Sobre Jacinta

Cantora de jazz com carreira internacional e sete discos no mercado, Jacinta editou na Blue Note Records e é detentora do único disco de ouro da história do jazz português – Tribute to Bessie Smith, com mais de 25 mil exemplares vendidos. Jacinta é professora efectiva na Universidade Federal do Piauí e é doutorada em Estudos Culturais pela Universidade do Minho. Realiza pesquisa na área da improvisação jazz vocal que experiencia há mais de 20 anos. É mestre em jazz performance pela Manhattan School of Music, em Nova Iorque, instituição onde lhe foi atribuída bolsa de estudos completa na área do canto jazz.

É também licenciada em composição clássica pela Universidade de Aveiro. Recebeu diversos prémios e nomeações, como a de melhor jovem artista de jazz da Europa. Esgotou diversas salas de espectáculos, entre as quais, nove noites seguidas no teatro São Luiz, em Lisboa.

Jacinta figura como representante portuguesa em mais de 20 coletâneas diferentes de jazz vocal, onde aparece conjuntamente com artistas como Diana Krall, Cassandra Wilson, Diane Reaves, Jane Monheit, Norah Jones e Stacey Kent.  Gravou o seu segundo album, Day Dream, em Nova Iorque, com o saxofonista Greg Osby; e actuou em duo com os pianistas Jason Moran e Gonzalo Rubalcaba, grandes referências do jazz a nível mundial.

 

Sobre Claus Nymark

Claus Nymark é um dos músicos mais activos e mais experientes no meio jazzístico em Portugal, seja como professor, como director musical de Big Bands ou como trombonista.

Nascido em 1966, na Dinamarca, começou os seus estudos musicais aos 10 anos de idade, tendo estudado trompete e posteriormente trombone. Aos 15 anos teve os primeiros contactos com o jazz e, pouco mais tarde, o próprio viria a ser aluno de uma orquestra-escola de Big Band. Aos 19 anos mudou-se para Portugal, onde desde então tem desenvolvido uma intensa e multifacetada actividade enquanto músico.

Lidera a sua própria orquestra, a Claus Nymark Big Band. É membro fundador do grupo Dixie Gang, e toca com a Big Band do Hot Clube de Portugal e com o Septeto do Hot Clube de Portugal. É co-fundador da Orquestra AngraJazz e da Big Band Nacional da Juventude, sendo também director musical da Reunion Big Jazz Band, da Lisbon Swingers e da Big Band do Conservatório Regional de Palmela.

Como professor, lecciona no Departamento de Música da Universidade de Évora e no Conservatório Regional de Palmela. Foi formador do curso Férias com Jazz na Lisbon Jazz Summer School, no Centro Cultural de Belém, nas edições de 2008 a 2014, dirigindo as aulas de Big Band e trombone. É director pedagógico e musical da Big Band Júnior desde a sua génese, em Outubro de 2010.

Completou o Mestrado em Música e o Mestrado em Ensino de Música na Escola Superior de Música de Lisboa, sob o tema “Jazz para todos”.