Coimbra  5 de Agosto de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Cantanhede: Novo livro de Isolete Pessoa é apresentado hoje

26 de Junho 2021 Jornal Campeão: Cantanhede: Novo livro de Isolete Pessoa é apresentado hoje

“DIVersos”, o último livro de Isolete Pessoa, vai ser apresentado, hoje (26), pelas 16h00, no Centro Paroquial de S. Pedro, em Cantanhede.

A apresentação editorial contará, para além da autora, com a presença de Pedro Cardoso, vice-presidente do Município de Cantanhede; João Vítor da Silva Pereira, director do antigo Colégio Infante de Sagres; Luís Diamantino, vice-presidente da Câmara Municipal da Póvoa do Varzim; e Rui Crisóstomo, amigo de infância da autora.

A iniciativa é dinamizada por dois amigos da autora, Álvaro Maio e Isilda Nunes e vai contar com diversos momentos de leitura e música.

“Em DiVersos, Isolete Pessoa aborda, pelas suas composições poéticas, temas diversos que remetem para a sua experiência de vida e ligação a pessoas e a espaços que indelevelmente marcam o seu percurso existencial”, informou a Câmara Municipal de Cantanhede.

Maria Isolete Pessoa Miranda reparte, actualmente, o seu tempo entre a sua residência, na Póvoa de Varzim e a Póvoa da Lomba. No primeiro caso, a cidade que a acolheu no exercício da sua carreira de docência, sobretudo na Escola Secundária de Eça de Queirós, e a segunda opção, a localidade onde cresceu.

 

Sobre Isolete Pessoa

Maria Isolete Pessoa Miranda é natural de Cantanhede e nasceu a 29 de Dezembro de 1951.

Fez parte dos seus estudos secundários no Colégio Infante de Sagres, em Cantanhede, tendo continuado o percurso académico no Liceu Salvador de Sá, em Luanda, Angola, onde viveu três anos.

De regresso a Portugal, fez os estudos universitários na Universidade de Coimbra, tendo obtido a Licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas e o Bacharelato em Filologia Românica.

Dedicou a sua vida profissional ao ensino, tendo leccionado quase toda a sua carreira na Escola Secundária de Eça de Queirós da Póvoa de Varzim.

Publicou, no jornal Gazeta de Cantanhede, o conto “Quando o Sol morre no Horizonte” e outros artigos literários, sob o pseudónimo Luzia Pessoa.