Coimbra  27 de Junho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Cantanhede: Hospital regista aumento de procura

23 de Janeiro 2017

A procura de consultas de especialidade aumentou 77 por cento no Hospital de Cantanhede desde que vigoram os critérios referentes ao regime de “Livre acesso e circulação do cidadão no SNS”.

Tais critérios constam de um diploma do Ministério da Saúde, o despacho nº. 5 911-B/2016, cujo teor permite aos cidadãos acederem a qualquer unidade hospitalar do Serviço Nacional de Saúde, independentemente da localização destas e da residência daqueles.

O Hospital do Arcebispo João Crisóstomo (HAJC) possui como “projecto relevante” para este ano a criação de uma unidade de referência na área dos cuidados paliativos, em consonância com o Plano Estratégico para o Desenvolvimento dos Cuidados Paliativos para o biénio 2017 – 2018 e em articulação estreita com o CHUC e o Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo Mondego, revelou o presidente do Hospital de Cantanhede, António Sequeira.

Para o presente ano, a unidade hospitalar pretende ainda reforçar a procura do bloco cirúrgico e das consultas de especialidade, consubstanciando a sua actividade numa lógica de economia, eficiência e eficácia, contribuindo com a sua quota-parte para a sustentabilidade do SNS, assinala o gestor.

Segundo António Sequeira, foram superadas as metas inerentes ao plano de desempenho do HAJC para 2016.

Tanto no plano de desempenho como no contrato-programa outorgado com a Administração Regional de Saúde do Centro, “a produção excedeu o que foi contratualizado”, disse o gestor ao “Campeão”.

Houve contratualização de 1 300 intervenções cirúrgicas e foram efectuadas 1 662 (mais 27,80 por cento). Quanto a consultas médicas, elas excederam o número previsto em 4,50 por cento.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com