Coimbra  20 de Maio de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Cantanhede: “Cantarte” mostra obras de 38 artistas locais

19 de Dezembro 2018

A 23.ª edição da Cantarte – Ciclo de Artistas Locais está patente na Casa Municipal da Cultura de Cantanhede e mostra obras de 38 criadores do concelho e da região até 03 de Fevereiro de 2019.

Esta é uma iniciativa que a Câmara Municipal promove regularmente para divulgar a obra de criadores do concelho e da região, no âmbito de “uma orientação política cultural orientada para facultar oportunidades de fruição e criação cultural e artística, bem como a democratização da cultura”.

Nesta edição estão patentes dezenas de trabalhos em registos tão diversos como a pintura a óleo, acrílico, aguarela, técnica mista, pintura digital, pano, pastel, grafite, artesanato e escultura, os quais consubstanciam diferentes propostas estéticas de artistas plásticos e autodidatas de reconhecido mérito.

A inauguração contou com a presença do vice-presidente do Município de Cantanhede, Pedro Cardoso, que na ocasião destacou a função da Cantarte – Ciclo de Artistas Locais, a qual “procura acentuar a transversalidade e a democratização das iniciativas culturais, quer através de uma intensa programação anual, quer apoiando a criação artística e a divulgação da actividade não só de autores locais, como também a nível nacional e internacional”.

Dirigindo-se aos presentes, o autarca enalteceu a qualidade e a originalidade dos trabalhos apresentados, que “reforçam sem qualquer tipo de dúvidas o importante papel da Cantarte – Ciclo de Artistas Locais na divulgação cultural dos autores, com destaque de estimulo e desafio à criação de arte contemporânea”.

A grande adesão que se registou no dia da inauguração reflecte o interesse manifestado pela população na produção artística contemporânea local, constituindo-se como um espaço de aprendizagem para os diversos públicos. A sessão contou, ainda, com uma apresentação musical a cargo do jovem pianista, Vítor Batista.

A par de outras acções promovidas pela autarquia cantanhedense, a Cantarte – Ciclo de Artistas Locais constitui “uma forma de incentivo à produção artística, numa lógica de investimento na dinamização cultural” que, entre outros aspectos, faculta aos criadores a oportunidade de exporem e também de se afirmarem como artistas e como agentes culturais.

Nesta edição e numa clara demonstração da importância da Casa Municipal da Cultura de Cantanhede, enquanto centro exposições, os artistas convidados para expor na Casa Municipal da Cultura de Cantanhede extravasam os limites do concelho.

Os participantes na 23.ª Cantarte – Ciclo de Artistas Locais são os seguintes:

Abel Martins Carapeto

Aida Costa Dias

Alexandra Maria Maia Dique

António Reinaldo Baptista Lopes

Bertilde da Siva Guímaro Azenha

Bruno Miguel Neves veiga Santos

Carlos Alberto Silva

Carlos Garcia

Carlos Miguel Silva gentil

Catarina Alexandra da Silva Cruz

Cató Ilude

Daniela Marques

Dina Clara Rodrigues Lopes

Dolores Gonçalves da Silva Lavrador

Fátima Lourenço

Fátima Negrão

Joana Pessoa

João Timane

José Cosme (Fernando)

José Manuel Pereira Pedrosa

Laura Lourenço

Licínio Mendes Oliveira

Margarida Maria Tavares de Matos Garrido

Maria da Glória Monteiro Patrão

Maria do Céu Chaves

Maria Eugénia Milheirão

Maria Isabel Maia

Maria Laranjeira

Mário Fernando Pereira Marques

Miguel Pato Bingre de Almeida

Natália Procopovich

Paula Azeiteiro

Paulo Jorge Batista calado

Pedrina Pereira Catarino Brandão Soares

Ricardo Mendes da Conceição

Rosa Amélia Cavaleiro Azevedo Lourenço

Sair Martinez

Vítor Milheirão