Coimbra  26 de Fevereiro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Cantanhede adquiriu routers de Internet para garantir acesso a aulas online

8 de Fevereiro 2021 Jornal Campeão: Cantanhede adquiriu routers de Internet para garantir acesso a aulas online

A Câmara Municipal de Cantanhede entregou aos agrupamentos de escolas 108 routers de Internet, que adquiriu para facultar aos alunos de famílias carenciadas que não dispõem deste recurso.

Esta oferta irá abranger os alunos inseridos nos escalões A e B da acção social, além de outros em “situações de vulnerabilidade social entretanto sinalizadas”, informou a autarquia.

Helena Teodósio, presidente da Câmara Municipal, congratulou “o excelente trabalho que tem sido desenvolvido nestes tempos muito difíceis pelos serviços de educação e de acção social da autarquia, sempre em estreita cooperação com os agrupamentos de escolas do concelho e escolas não agrupadas”.

A autarca referiu que “tudo tem sido feito para minimizar os efeitos da pandemia da covid-19 no processo de aprendizagem dos alunos que precisam de apoio”, tanto através do fornecimento de refeições, bem como da disponibilização de meios para os estudantes participarem nas aulas online.

De acordo com a edil, “a Câmara Municipal tem mantido uma profícua comunicação com os agrupamentos de escolas, de modo a serem atempadamente identificadas as necessidades dos alunos e respectivas famílias e accionarem-se em tempo útil os recursos para dar resposta” a essas carências.

Pedro Cardoso, vice-presidente da autarquia, afirmou que “a principal preocupação do município é não deixar ficar ninguém para trás”, acrescentando que foram feitos contactos com as operadoras de serviços de Internet para que a cobertura, em locais onde o sinal não é suficiente, seja melhorada.

Para além disto, a autarquia informou que prolongou as 40 medidas adoptadas, durante o ano de 2020, para mitigar o impacto económico e social causado pela pandemia.

Entre estas consta “o fornecimento de refeições aos alunos de agregados familiares dos escalões do apoio social escolar, além de outros pertencentes a famílias identificadas como estando em situação de alguma fragilidade social e a dinamização de polos de acolhimento para filhos e crianças a cargo dos profissionais de saúde, forças de segurança e demais trabalhadores em serviços essenciais”.

A Câmara Municipal decidiu, ainda, reforçar a limpeza e desinfecção das instalações de todos os jardins-de-infância do concelho e escolas do 1.º ciclo, assim como dos respectivos equipamentos, mobiliários e outros materiais.