Coimbra  9 de Dezembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Candidatura de Penacova venceu fase regional e vai representar a região em concurso

28 de Abril 2021 Jornal Campeão: Candidatura de Penacova venceu fase regional e vai representar a região em concurso

O Município de Penacova apoiou as candidaturas do concelho que concorreram à 1.ª edição da fase regional do Concurso “European Food Gift”, organizada na região pela Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM-RC).

Na categoria “Food Gift comestível” o representante do concelho de Penacova foi a marca “Sabores do Alva”, de Cristina Marques Mendes, com as bolachas de cerveja artesanal e flor de sal, ao passo que na categoria “Food Gift não comestível” a representante foi Maria de Fátima Conceição Lopes, com os palitos de flor, que venceu a categoria de “Melhor Inovação em interpretação Contemporânea de Artesanato Tradicional” e a categoria – Food Gift não comestível do European Food Gift Challenge – Fase Regional.

Na cerimónia esteve presente o vice-presidente da autarquia de Penacova, João Azadinho, que realçou que “o contributo e promoção que estes concursos dão é sempre bem-vindo, e é com muito orgulho, mote até da última campanha do Município, que levamos o nosso património, a nossa gastronomia e a nossa arte de saber criar e inovar, a todos os cantos do mundo.”

“O contributo e promoção que estes concursos dão é sempre bem-vindo, e é com muito orgulho, mote até da última campanha do Município, que levamos o nosso património, a nossa gastronomia e a nossa arte de saber criar e inovar, a todos os cantos do mundo”, disse o presidente da Câmara Municipal de Penacova, João Azadinho, que esteve presente na cerimónia.

Não deixando de salientar que os tempos são difíceis para as pessoas que, normalmente, percorriam o país de lés-a-lés em feiras e certames, o autarca espera “que estes prémios sejam o significado de luta, persistência e perseverança que têm tido com toda esta situação, e que de alguma forma sirvam de motivação para os tempos vindouros, que esperemos certamente, que sejam mais positivos, não só para estas áreas em específico, mas para todas na sua globalidade”.

O concurso tem por base a promoção de cadeias alimentares e sistemas de consumo locais mais sustentáveis, identificando os melhores e mais inovadores produtos alimentares concebidos e produzidos a nível regional, que protejam a diversidade cultural e alimentar.

Com a iniciativa pretende-se, ainda, “partilhar conhecimentos e boas práticas entre diferentes produtores e regiões; apoiar os produtores e tradições locais, através do aumento da visibilidade dos produtos a nível regional e internacional, permitindo que sejam associados a valores como a sustentabilidade, a elevada qualidade, e a forte ligação ao território e às suas comunidades”, disse a autarquia.

Os critérios de avaliação utilizados pelo júri foram diversos, tais como, embalagem; sustentabilidade; reciclabilidade; adequação ao transporte; produto (‘design’, ‘branding’, imagem contemporânea, inovação); conexão à região de gastronomia (narrativa do produto e /ou produtor); originalidade (uso de variedades locais de animais / plantas ou matérias-primas, artesanato tradicional, design local); opinião pessoal.

Aos palitos de flor juntam-se os seleccionados na categoria “Food Gift comestível”, Pudim das Clarissas e Cerveja Praxis, que receberão como prémio a inscrição na fase europeia do “European Food Gift Challenge” e terão acesso a sessões de ‘mentoring’, em Maio e Junho de 2021, nas áreas de “Embalagem e ‘design’ de equipamento”, “Storytellling” e “Desenvolvimento do produto”.