Coimbra  14 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Candidato do PSD à Câmara da Lousã quer fixar pessoas no concelho

19 de Março 2021 Jornal Campeão: Candidato do PSD à Câmara da Lousã quer fixar pessoas no concelho

O candidato do PSD à Câmara da Lousã nas próximas eleições autárquicas, Victor Carvalho, disse hoje que aposta numa “reforma séria” que promova o desenvolvimento e fixe pessoas no concelho.

“A Lousã tem um enorme potencial, muito dele ainda por explorar. É preciso mudar algumas políticas locais que possibilitem a fixação dos jovens, que tal como eu cá queiram ficar”, declarou à agência Lusa o também vereador do PSD no executivo municipal presidido por Luís Antunes, do PS.

Victor Eugénio das Neves Carvalho, de 38 anos, dono de uma empresa de seguros, anteviu que “a captação de investimento será a grande prioridade” se o PSD ganhar as eleições.

“Só assim conseguiremos combater o desemprego e diminuir as desigualdades, fixando os nossos jovens no concelho”, defendeu.

Nascido e residente na Lousã, o autarca disse que os “incentivos de várias pessoas” suscitaram em si um sentimento de “confiança, estímulo e sentido de responsabilidade” que o levou a aceitar ser o cabeça-de-lista do partido.

“Quero ver os meus filhos e netos a crescerem neste concelho, sem sentirem necessidade de procurar a vida fora”, sublinhou.

Victor Carvalho, que tem formação académica superior nas áreas da informática de gestão e da gestão de empresas, frisou que “esta não será apenas mais uma candidatura do PSD” à Câmara da Lousã, um projecto que assume com “o objectivo claro de vencer”.

“A Lousã não tem mais tempo a desperdiçar. Foram décadas sob esta governação, do PS. O atual presidente encontra-se em funções no Executivo há mais de 20 anos e o que mudou? Nada”, criticou o social-democrata, que investe “numa equipa robusta, com pessoas que querem uma Lousã renovada”, a qual deverá divulgar “as ideias gerais do programa em tempo oportuno”.

Nos últimos 15 anos, Victor Carvalho tem desempenhado diversos cargos dirigentes nos Baldios da Lousã, Clube Desportivo Lousanense e Santa Casa da Misericórdia, tendo integrado também a Assembleia Municipal e a Assembleia de Freguesia da Lousã e Vilarinho.

Desde as primeiras eleições autárquicas, em 1976, o PSD deteve a presidência da Câmara da Lousã apenas uma vez, com Eduardo Neto, no contexto da Aliança Democrática (AD), e não detém atualmente nenhuma das quatro juntas de freguesia do concelho, todas com o PS na liderança.

O PS está no poder sem interrupções, na Câmara Municipal, desde 1982, ano em que Eduardo Neto tentou a reeleição, mas foi derrotado pelo socialista Horácio Antunes, pai do atual presidente da autarquia, Luís Antunes.

No executivo, o PS detém seis mandatos, cabendo a Victor Carvalho o lugar de vereador único do PSD.