Coimbra  21 de Setembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Candidato do Chega à Câmara de Coimbra visitou GNR e falou de segurança

30 de Agosto 2021 Jornal Campeão: Candidato do Chega à Câmara de Coimbra visitou GNR e falou de segurança

A segurança às populações e a colaboração com as escolas em acções formativa foram temas abordados pelo candidato do Chega à Câmara de Coimbra na reunião com o Comando Territorial da GNR.

Miguel Ângelo Marques reuniu com o comandante coronel Henrique Armindo, o segundo comandante Armando Vieira e um elemento dos Serviços Jurídicos da GNR.

O candidato do Chega à Câmara de Coimbra aproveitou a ocasião para indicar algumas das propostas, que constam do programa para a segurança dos conimbricenses, nomeadamente “a instalação de videovigilância nas zonas urbanas e de grande tráfego de transportes públicos e não apenas na Baixa”, considerando que a autarquia “deve criar mecanismos para proteger todos os seus munícipes e dissuadir eventuais agressores”.

De acordo com Miguel Ângelo Marques, citando dados do Relatório Anual de Segurança Interna de 2020, no distrito Coimbra a criminalidade violenta e grave tem vindo a aumentar desde 2018, tendo sido reportados 306 casos graves em cerca de 3.266 participações.

Segundo o candidato do Chega, “a cidade de Coimbra não pode pactuar com casos como os que foram reportados na comunicação social: Jovem transexual espancado em plena luz do dia em Coimbra; Casal homossexual brutalmente agredido em Coimbra; Agressão brutal em Coimbra faz três feridos; Fica sem olho e dentes em agressão na Baixa de Coimbra”.

“Quando não protegemos os nossos cidadãos, algo de mal se passa, e a nossa candidatura não vai pactuar com prioridades de milhões para estátuas e rotundas, e apenas alguns milhares de euros para a segurança comum, que afecta qualquer um de nós”, conclui Miguel Ângelo Marques.