Coimbra  30 de Maio de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Câmara realiza inquérito em Coimbra para modelar o futuro dos transportes

16 de Maio 2024 Jornal Campeão: Câmara realiza inquérito em Coimbra para modelar o futuro dos transportes

A Câmara Municipal de Coimbra está a conduzir um inquérito, tanto nas ruas como online, para recolher informações sobre a temática dos transportes e da mobilidade, no âmbito da preparação do Plano de Mobilidade Urbana Sustentável (PMUS). Este plano, previsto para ser divulgado publicamente no próximo ano, terá como objectivo estabelecer uma estratégia de intervenção na organização das acessibilidades e na gestão da mobilidade, delineando um conjunto de acções e medidas para a implementação de um modelo mais sustentável.

O inquérito, que leva no máximo cerca de 10 minutos para ser concluído, visa caracterizar a mobilidade e acessibilidade em Coimbra e avançar com o planeamento de modelos, identificando as deslocações da população residente e visitante, perfilando os seus hábitos e conhecendo a opinião dos utilizadores de transporte individual ou colectivo, bem como as motivações que influenciam a escolha de um ou outro meio de transporte. Este inquérito está disponível online, mas também pode ser preenchido presencialmente em diversos locais, incluindo a Universidade de Coimbra (Pólos 1, 2 e 3), o Centro Hospitalar Universitário de Coimbra, a Baixa de Coimbra, a Zona do Estádio Municipal Cidade de Coimbra e o terminal rodoviário de Coimbra.

Os objectivos gerais do PMUS centram-se em melhorar a eficiência, eficácia e equidade do transporte de pessoas e mercadorias, promover uma transição equilibrada para modos de transporte mais limpos e eficientes, garantir acessibilidade a todos através do sistema de transporte, reduzir o impacto negativo do sistema de transportes na saúde e segurança dos cidadãos, especialmente dos mais vulneráveis, e diminuir a poluição atmosférica, o ruído, as emissões de gases com efeito de estufa e o consumo de energia.

É importante recordar que a Câmara Municipal atribuiu, no início deste ano, a elaboração do PMUS a um consórcio composto por duas empresas – Figueira de Sousa e Engimind – pelo valor de 105 mil euros. O documento final deverá ser apresentado em 2025. A vereadora responsável pelos Transportes e pela Mobilidade, Ana Bastos, salientou que deste plano “surgirá uma estratégia de mobilidade urbana sustentável” crucial “não só para orientar as acções da Câmara de Coimbra, mas também para efeitos de financiamento”.

O plano incluirá directrizes nas áreas da mobilidade pedonal, ciclável, transporte colectivo e individual. Ana Bastos também destacou que, com o avanço das políticas europeias e nacionais relacionadas com a mobilidade e a neutralidade carbónica, espera-se que o PMUS favoreça os modos de transporte suaves, especialmente em áreas mais restritas e históricas.